Tecnologia e Ciência Joias de mais de 2.500 anos são encontradas em floresta na Suécia

Joias de mais de 2.500 anos são encontradas em floresta na Suécia

Colares, correntes e broches de bronze estão em bom estado de conservação e podem ter sido desenterrados por animais

Joias foram encontradas em floresta da Suécia

Joias foram encontradas em floresta da Suécia

Adam IHSE / TT News Agency / AFP

Um tesouro da Idade do Bronze com cerca de 50 joias e relíquias de ao menos 2.500 anos de antiguidade foi descoberto na Suécia, anunciaram as autoridades nesta quinta-feira (29).

O tesouro, considerado "espetacular" e em "fantástico" estado de conservação, foi descoberto por casualidade no início de abril em uma floresta próxima à cidade de Alingsås, no sudoeste da Suécia.

Leia mais: Nasa divulga fotos da superlua rosa vista da Estação Espacial

As joias se encontravam ao ar livre, em frente a algumas rochas. Provavelmente foram desenterradas por animais.

"Parecia lixo de metal. No início, achei que era uma lâmpada", contou Tomas Karlsson, o homem que descobriu as relíquias.

Este fã das corridas de orientação estava atualizando um mapa quando, ao se agachar, encontrou um colar e acessórios, contou ele ao jornal Dagens Nyheter.

"Tudo parecia tão novo que pensei que era falso", explicou. Depois de informar sua descoberta, uma equipe de arqueólogos foi para a região examinar as peças.

Leia mais: Estudo mostra que geleiras estão derretendo em ritmo acelerado

Segundo Johan Ling, professor de Arqueologia da Universidade de Gotemburgo, "a maioria dos objetos encontrados são de bronze e estão associados a uma mulher de alto escalão da Idade de Bronze".

Os objetos, entre os quais estão colares, correntes e broches muito bem conservados, datam de entre o ano 750 a.C e 500 a.C.

Últimas