Tecnologia e Ciência Ladrões roubam carrão elétrico com golpe da chave em menos de 30 segundos

Ladrões roubam carrão elétrico com golpe da chave em menos de 30 segundos

A fraude, conhecida como 'relay attack', engana o veículo ao aumentar o alcance da chave e espelhá-la em um clone

Quanto mais a tecnologia avança, mais ladrões e outros tipos de criminosos estão dispostos a encontrar brechas para cometer crimes. Uma das dores de cabeça das montadoras são hackers que conseguem quebrar a segurança das chaves eletrônicas e roubar carros em menos de um minuto.

Ataques do tipo são comuns, mas continuam a viralizar: no mais recente deles, criminosos roubaram uma BMW X6 (um carro de mais de R$ 700 mil) em 30 segundos.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Esse tipo de golpe é chamado de relay attack ("ataque de retransmissão", em tradução livre) e funciona de forma relativamente simples: um criminoso com um dispositivo de retransmissão — geralmente um notebook com uma antena especial — amplia o sinal da chave e o retransmite para outro dispositivo, que simula ser a chave verdadeira, liberando os sensores de segurança.

O vídeo desse ataque bem-sucedido foi registrado em outubro, no Reino Unido, e viralizou recentemente em diversas redes sociais.

Nos comentários, alguns relembraram medidas conhecidas para evitar roubos do tipo. A mais conhecida é colocar as chaves em compartimentos de metal ou em um estojo Faraday, que interrompe sinais eletromagnéticos de dispositivos colocados em seu interior.

Criminosos utilizam dispositivos similares a estes da foto

Criminosos utilizam dispositivos similares a estes da foto

Reprodução/YouTube/Levente Csikor

No Reino Unido, muitas seguradoras se recusam a cobrir roubos desse tipo, principalmente de marcas com vulnerabilidades conhecidas.

Algumas montadoras adotam uma solução comum do mundo online: autenticação em dois fatores, feita com o uso de senhas para liberar a partida do veículo. Outras empresas usam um acelerômetro na chave, para emitir sinais quando fica parada por mais de alguns minutos.

Hackers roubam carro elétrico em três minutos com tablet e celular

Últimas