Tecnologia e Ciência Nasa lança foguete que transporta novo satélite do programa Landsat

Nasa lança foguete que transporta novo satélite do programa Landsat

Landsat 9 conta com a melhor tecnologia e resolução para fazer diariamente cerca de 700 imagens do planeta Terra

Sátelite Landsat 9 foi levado pelo foguete Atlas V

Sátelite Landsat 9 foi levado pelo foguete Atlas V

EFE/EPA/Bill Ingalls/Nasa/Handout - 27.9.2021

A Nasa lançou nesta segunda-feira (27), na Califórnia, o foguete Atlas V, que transporta o novo satélite do programa Landsat, que conta com a melhor tecnologia e resolução para fazer diariamente cerca de 700 imagens da Terra.

O Landsat 9, fabricado pela companha Northrop Grumman, decolou da plataforma de lançamento SLC-3E, da Base da Força Espacial Vandenberg, às 15h12 (horário de Brasília), exatamente no horário previsto.

As condições meteorológicas permitiram o lançamento do novo satélite, de cerca de 2,7 toneladas, apesar da presença de nuvens, névoa e até fumaça de incêndios florestais. Especialistas da Nasa atrasaram em um minuto a janela de lançamento de 30 minutos para "não atingir o outro satélite" em órbita, o Landsat 8.

A Nasa detalhou que o estágio superior do foguete "atingiu a órbita síncrona solar quase polar desejada para o Landsat 9 em pouco mais de 16 minutos de voo". Equipado com uma melhor tecnologia e resolução para captar imagens das mudanças da Terra, o Landsat 9 acompanhará o Landsat 8 em uma órbita a cerca de 438 milhas (705 km) do planeta.

Após o lançamento, o administrador da Nasa, Bill Nelson, observou que o programa Landsat, iniciado em 1972, é crucial para combater as mudanças climáticas. "Ajuda os agricultores a compreender e gerir os recursos da terra e tudo o que é necessário para sustentar a vida humana, como alimentos, água e florestas", enfatizou.

Ele ressaltou que o programa Landsat "estabelece um recorde de longo prazo para o nosso planeta e nos permite rastrear as mudanças e os impactos das mudanças climáticas".

O programa, que a Nasa realiza em conjunto com o USGS (sigla em inglês para Serviço Geológico dos Estados Unidos), visa monitorar o uso dos recursos terrestres e aquáticos.

Últimas