Android

Tecnologia e Ciência Novo malware de Android permite espionar conversas do WhatsApp

Novo malware de Android permite espionar conversas do WhatsApp

Skygofree é capaz de gravar áudios e tirar fotos sem permissão

Descoberta foi feita pela Kaspersky Lab, que afirma que praga é usada desde 2014

Descoberta foi feita pela Kaspersky Lab, que afirma que praga é usada desde 2014

Pexels

Um novo malware muito perigoso de Android foi encontrado.O Skygofree seria capaz de espionar até conversas de WhatsApp, um dos apps mais seguros de trocas de mensagens. A descoberta foi feita por pesquisadores da Kaspersky Lab

O vírus pode acessar a localização exata do dispositivo, ligar o microfone, fazer gravações e até tirar fotos sem o consentimento do usuário. As mensagens de SMS e o registros de chamadas também podem ser espionadas

Uma função secundária da infecção é a gravações de áudio em locais previamente selecionados. Essa função pode transformar o aparelho e uma ferramenta para espionagem. Após concluir a gravação, o Skygofree se conecta a uma rede de internet controlada pelos invasores — mesmo que o modo Wi-Fi esteja desligado — e transfere o arquivo de áudio.

Para burlar a criptografia do WhatsApp, o malware utiliza o serviço de acessibilidade do Android. A ferramenta ajuda pessoas com deficiências a usarem o celular e descreve o que aparece na tela. Dessa forma, são obtidas as informações diretamente do telefone. O Skype, Messenger e Viber também podem ser infectados da mesma maneira.

Segundo a Kaspersky, as funções encontradas no Skygofree não foram encontradas em outros malwares de Android até o momento. Esse seria o programa mais agressivo já desenvolvido para atacar o sistema operacional do Google. A descoberta foi feita logo depois da divulgação de como funciona o também perigoso Loapi.

Os pesquisadores afirmaram que descobriram o Skygofree no final de 2017. Uma análise posterior revelou o uso desde 2014 e que ganhou novas funções ao longo do tempo.

O contágio geralmente acontece em sites falsos de operadoras de telefone ou através de links maliciosos enviados por e-mails. Para se prevenir, baixe apps apenas de lojas oficiais e jamais habilitar a instalação de aplicativos de terceiros. E sempre suspeite de links enviados por SMS, mensagens e e-mails.

Últimas