Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Tecnologia e Ciência
Publicidade

Parlamentares dos EUA investigam como Neuralink, de Musk, supervisiona testes com animais

Startup de chips cerebrais do bilionário já foi alvo de denúncia de ativistas de proteção ambiental

Tecnologia e Ciência|Do R7


Parlamentares dos Estados Unidos pedirão aos reguladores que investiguem se a composição de um painel que supervisiona os testes em animais na Neuralink, startup de chips cerebrais de Elon Musk, contribuiu para experimentos malsucedidos e apressados.

Os deputados dos EUA Earl Francis Blumenauer e Adam Schiff, ambos democratas, assinaram um ofício que será enviado ao Departamento de Agricultura (USDA) solicitando uma investigação sobre como a Neuralink supervisiona seus experimentos, disse o escritório de Blumenauer.

Empresa de Elon Musk será investigada por fazer testes em animais
Empresa de Elon Musk será investigada por fazer testes em animais

Os parlamentares compartilharam o texto com seus colegas para coletar mais assinaturas e planejam enviá-lo ao USDA na segunda-feira. O documento afirma que eles estão respondendo a uma reportagem da Reuters de 4 de maio que revelou que a Neuralink preencheu seu conselho de supervisão com funcionários da empresa que podem se beneficiar financeiramente com a aprovação regulatória da startup para seu novo chip cerebral.

O painel aprovou experimentos que resultaram em mortes desnecessárias e sofrimento de animais, mostrou a Reuters em uma reportagem de 5 de dezembro. Um porta-voz de Blumenauer disse que o USDA não respondeu a um pedido anterior dos parlamentares para uma investigação sobre o Neuralink após a reportagem.

Publicidade

“O Congresso tem um interesse significativo em garantir que todas as instalações que usam animais em pesquisas e testes – sejam elas governamentais, universidades ou empresas privadas – cumpram os padrões mínimos da Lei de Bem-Estar Animal”, afirmam no documento.

Leia também

Representantes de Musk e da Neuralink e porta-vozes do Depatamento de Agricultura e do inspetor geral da agência não responderam aos pedidos de comentários.

Publicidade

A Neuralink tem tentado obter autorização para avançar para testes em humanos depois que uma tentativa anterior foi rejeitada no ano passado pela Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) por causa de questões de segurança.

LEIA ABAIXO: Difamação e suspeita de fraude: relembre as maiores polêmicas da carreira de Elon Musk

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.