Tecnologia e Ciência Robô criado pelo Google busca refrigerante e limpa mesa de funcionários

Robô criado pelo Google busca refrigerante e limpa mesa de funcionários

Criação da empresa de tecnologia é capaz de receber comandos indiretos de humanos, mas ainda está sendo testada

Resumindo a Notícia

  • Google cria robô que pode responder aos comandos humanos
  • Testes mais recentes mostram acertos em quase 75% das ações
  • Máquina consegue abrir gavetas, pegar objetos e entregar para pessoa
  • Membros do projeto falam que a interação com os robôs é muito natural
Funcionário do Google faz demonstração com o robô

Funcionário do Google faz demonstração com o robô

Reprodução Reuters

A Alphabet, empresa dona do Google, está trabalhando em um robô capaz de realizar atividades do dia a dia, com o diferencial de que essas máquinas contam com recursos de inteligência artificial e habilidades de conversação obtidas por meio de bots de chats virtuais.

O robô, que ainda não está disponível para venda, realiza algumas ações mais simples, como pegar uma lata de refrigerante e limpar a superfície de uma mesa com um pano. Por ser apenas um protótipo, o robô é usado só por funcionários do Google

Assista ao vídeo:

O robô conta com o diferencial de responder a comandos indiretos de humanos, ou seja, agir de acordo com uma situação sem precisar ser demandado a fazer algo.

A criação também consegue interpretar comandos falados naturalmente e avaliar quais ações devem ser feitas para realizar o que foi pedido. Nos testes mais recentes, a máquina executou corretamente as ações propostas em 74% das vezes.

"Podemos falar com os robôs e interagir com eles usando linguagem natural, seja por meio de uma interface de bate-papo, seja por meio de uma interface falada, e a interface falada torna a interação muito natural", afirma Vincent Vanhoucke, diretor de pesquisas robóticas do Google.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Pablo Marques

EUA vão usar cachorros-robôs para patrulhar fronteira com o México

Últimas