Tecnologia e Ciência Segunda tentativa de lançamento do foguete Artemis 1 é cancelada

Segunda tentativa de lançamento do foguete Artemis 1 é cancelada

Anúncio veio após vazamento ter sido encontrado no tanque de hidrogênio da missão; data de novo teste ainda não foi divulgada

Resumindo a Notícia

  • Nasa adiou neste sábado (3), pela segunda vez, o lançamento da missão Artemis 1
  • Anúncio veio depois que um vazamento de combustível foi encontrado na nave espacial
  • Problema ocorreu quando hidrogênio líquido estava sendo bombeado para o foguete
  • Controladores tentaram várias correções; data para outra tentativa ainda não foi divulgada
Lançamento do foguete Artemis 1 foi cancelado novamente

Lançamento do foguete Artemis 1 foi cancelado novamente

Kevin Dietsch/Getty Images North America/Getty Images via AFP - 3.9.2022

A Nasa adiou neste sábado (3) o lançamento da missão Artemis 1, na qual seu foguete mais poderoso deveria orbitar a Lua.

O anúncio veio depois que um vazamento de combustível foi encontrado. O problema ocorreu quando o hidrogênio líquido estava sendo bombeado para o foguete. A decisão de hoje atrasa a missão pela segunda vez.

Os controladores tentaram várias correções, mas sem sucesso. Nenhuma nova data para outra tentativa foi anunciada até o momento.

A tentativa de sábado de despachar o foguete do SLS (Sistema de Lançamento Espacial) estava programada para o início de uma janela de duas horas, começando às 14h17, horário local. 

"A missão #Artemis 1 à Lua foi adiada. As equipes tentaram corrigir um problema relacionado a um vazamento no hardware que transferia combustível para o foguete, mas não tiveram sucesso. Junte-se aos líderes da Nasa ainda hoje para uma entrevista coletiva. Verifique se há atualizações: https://www.youtube.com/watch?v=JWAA5P-iFJs", informou a agência espacial americana pelo Twitter. 

Na última segunda-feira (29), as tentativas de tirar a nave espacial não tripulada da Terra foram frustradas por uma mistura de problemas técnicos e climáticos.

O veículo queima 2,7 milhões de litros de hidrogênio líquido e oxigênio para fornecer o impulso necessário para sair da Terra.

Quando os controladores enviaram o comando para encher o tanque de hidrogênio, um alarme disparou, uma indicação de que havia um vazamento. O problema está na base do SLS, na interface onde uma linha umbilical de 20 centímetros traz o hidrogênio, segundo informações da BBC. 

O objetivo do veículo de 100 metros de altura era lançar uma cápsula de uso humano na direção da Lua, algo que não acontecia desde que o Projeto Apollo terminou, em 1972.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Raphael Hakime

Últimas