Tecnologia e Ciência Superlua de Morango: Lua estará maior e mais brilhante nesta noite

Superlua de Morango: Lua estará maior e mais brilhante nesta noite

Fenômeno acontece quando o satélite natural está no perigeu, ponto de sua órbita que fica mais próximo da Terra

Resumindo a Notícia

  • Superlua é quando o satélite chega à fase completa junto com a órbita mais próxima da Terra
  • Evento poderá ser visto do Brasil entre 18h09, quando ocorre o seu nascer, até as 7h34
  • Apesar do nome, a Superlua de Morango não terá coloração avermelhada
  • Nome foi dado em alusão à fase de colheita de frutos nos Estados Unidos

A Superlua de Morango poderá ser vista no céu em todo o Brasil nesta terça-feira (14), das 18h09, quando ocorre o seu nascer, até as 7h34 de quarta-feira (15).

De acordo com o professor Carlos Fernando Jung, pesquisador e proprietário do Observatório Espacial Heller & Jung, uma superlua acontece quando o satélite natural chega à fase completa ao mesmo tempo em que sua órbita está no ponto mais próximo da Terra, que é chamado de perigeu.

Jung ainda comenta que embora o nome Superlua de Morango sugira que vai ocorrer uma mudança na coloração da Lua, isso não vai acontecer.

"Essa designação é referência ao início do período de colheita de morangos nos Estados Unidos. Esse período os antigos colonizadores norte-americanos consideravam um tempo ideal para o plantio de frutas e verduras", explica o especialista.

A última aparição da superlua foi em 2021

A última aparição da superlua foi em 2021

Yahya Arhab / EFE - EPA - 25.5.2021

Segundo estimativas da Nasa, a proximidade com a Terra fará com que os observadores tenham a percepção de que a Lua está 14% maior e pode chegar a ficar até 30% mais brilhante. Essa será a primeira superlua de 2022.

O astrônomo e professor da Unesp (Universidade Estadual Paulista), Rodolfo Langhi, ainda explica que o acontecimento é frequente e que, astronomicamente, é chamado de lua cheia de perigeu. 

O termo superlua se originou entre os astrônomos no fim da década de 1970. A última vez que o fenômeno ocorreu foi em 24 de junho de 2021.

Últimas