Tecnologia e Ciência Tesla promete impressoras de moléculas para vacina da covid-19

Tesla promete impressoras de moléculas para vacina da covid-19

Objetivo de Elon Musk é que os equipamentos sejam enviados a locais remotos para produzir a vacina e outras terapias

Reuters - Tecnologia
CEO da Tesla, Elon Musk

CEO da Tesla, Elon Musk

Aly Song/File Photo/Reuters

A Tesla está construindo impressoras de moléculas móveis para ajudar a desenvolver a potencial vacina contra a covid-19 que está sendo produzida pela CureVac na Alemanha, afirmou na quarta-feira (1°) o diretor-executivo da fabricante de carros elétricos, Elon Musk.

A alemã CureVac informou que está desenvolvendo unidades portáteis de produção automatizada de mRNA, que chama de impressoras descritas por Musk como "microfábricas de RNA".

Os equipamentos estão sendo projetados para serem enviados a locais remotos, onde podem produzir a vacina candidata e outras terapias baseadas em mRNA, dependendo da receita fornecida à máquina.

Porém, para o uso imediato na pandemia, caso a candidata à vacina ganhe aprovação do mercado, a empresa possui locais de produção com aprovação regulatória na Alemanha com capacidade para produzir milhões de doses.

A companhia, sediada em Tuebingen e apoiada pela Fundação Bill & Melinda Gates, é pioneira na chamada abordagem do RNA mensageiro, que também é seguida pela BioNTech e por sua parceira Pfizer, assim como pela Moderna.

A CureVac também está construindo um novo local estacionário que pode aumentar sua produção em dez vezes, totalizando bilhões de doses.

As "microfábricas" serão construídas na Tesla Grohmann Automation na Alemanha, tuitou Musk na noite de quarta-feira.

Musk não detalhou seus planos. A Tesla e a CureVac não estavam disponíveis imediatamente para comentar.

Veja também: 

Os vírus vão 'dominar o mundo'? Entenda por que parecem poderosos

Últimas