Tecnologia e Ciência Twitter restabelece selo azul para alguns meios de comunicação e celebridades

Twitter restabelece selo azul para alguns meios de comunicação e celebridades

Empresa removeu distintivos de pessoas e empresas nos últimos dias, sob nova política que prevê uma assinatura paga para ter a conta verificada

AFP
Especialista calcula baixa adesão ao modelo pago de verificação do Twitter

Especialista calcula baixa adesão ao modelo pago de verificação do Twitter

Alastair Pike/AFP

O Twitter restabeleceu o selo azul para alguns veículos de comunicação e celebridades neste sábado (23), depois de remover o selo azul de usuários que não pagaram por ele, uma medida contestada por muitas partes interessadas.

Elon Musk, que comprou o Twitter no final de outubro por US$ 44 bilhões, havia prometido se livrar da marca azul que um usuário obtinha após verificar sua identidade e cumprir certas condições. 

A empresa começou a remoção em massa do selo azul na quinta-feira

Para ter o distintivo azul é necessário pagar mensalmente 8 dólares, valor que permite acessar outras vantagens do “Twitter Blue”, que incluem mais visibilidade e menos anúncios. 

Mas menos de 5% dos 407 mil perfis verificados se inscreveram no novo plano, de acordo com Travis Brown, um desenvolvedor de software que monitora plataformas de mídia social de Berlim.

Musk tuitou na sexta-feira que estava "pagando algumas [assinaturas] pessoalmente".

Últimas