'Ursa mais triste do mundo' será transferida para SP nesta sexta (21)

Internautas se mobilizaram para pedir a transferência da ursa Marsha do zoológico do Piauí para um local com mais estrutura para cuidar do animal

Ursa Marsha no Parque Zoobotânico de Teresina, no Piauí

Ursa Marsha no Parque Zoobotânico de Teresina, no Piauí

Reprodução Instagram/@ursamarsha

A ursa Marsha, que vivia no Parque Zoobotânico de Teresina, no Piauí, após ser resgatada de um circo, será transferida para São Paulo nesta sexta-feira (21). O animal estaria sofrendo com as condições de alimentação e de estrutura do local.

A história ganhou repercussão em 2017, a partir de um abaixo-assinado na internet, que pedia um novo lar para o animal. Foi assim que Marsha ficou conhecida como "a ursa mais triste do mundo"

Segundo a descrição da mobilização, a ursa estaria sofrendo com o calor de 40 graus da capital do Piauí e sendo alimentada com ração de cachorro. Quase 240 mil internautas apoiaram a transferência da ursa. 

O local escolhido para receber Marsha é o santuário Rancho dos Gnomos, em São Paulo, ligado ao Instituto Luisa Mell. O local, conhecido por receber animais resgatados, terá um biólogo e outros especialistas para tratar da ursa.

Pelo Facebook, Luisa Mell comemorou o resgate e disse já estar a caminho de Teresina para acompanhar o transporte da ursa.

O R7 tentou entrar em contato com a administração do Parque Zoobotânico de Teresina, mas não obteve resposta. Apenas foi confirmado a data em que Marsha será transferida de avião para São Paulo.

Leia também: Quais são as opções para substituir os canudinhos de plástico?