Preso após assalto, jovem canta dentro de viatura e pede ajuda para gravar música

Suspeito usou faca para ameaçar e roubar os celulares de dois estudantes num ponto de ônibus

Do R7

Ítalo ladrão cantor Divulgação/Polícia Civil

Um dos homens presos suspeito de participar de um esquema de venda de celulares roubados afirmou que era cantor e pediu ajuda para gravar uma música.

O suspeito e as vítimas foram encaminhados para o Gerc (Grupo Especial de Repressão à Roubos em Coletivos), onde ele chegou a dar uma palhinha de da música.

— Ôh, me libera nega, deixa eu te amar. Ôh, me libera nega, novinha vou te sentir...

Leia mais notícias em R7 BA

Experimente grátis toda a programação da Record no R7 Play

Ainda dentro da viatura, o jovem contou que tinha fumado maconha e pediu uma chance para gravar a música que ele compôs.

— Eu tô querendo uma oportunidade aí, se vocês puder dar uma oportunidade pra eu gravar essa música, que é uma música bonita, que vocês dessem uma atenção, esquecendo meu erro, desse uma atenção a minha música.

O jovem afirmou que morava na rua e, ao ser questionado sobre ter entrada na polícia, contou que: “de vez em quando em venho por aí, passando cantando”.

Após sair da prisão, o jovem compartilhou o vídeo nas redes sociais e pediu desculpas pelo ato. Muita gente deu força para que Ítalo realizasse o sonho e Márcio Victor, do Psirico, e o compositor Filipe Escandurras adaptaram a sua música.

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!