Brasil

8/2/2013 às 15h52 (Atualizado em 8/2/2013 às 16h03)

Após ataques a Dirceu, Maluf, Lula e Valério, suposto hacker divulga dados de presidente do Senado na web

Informações incluem endereços do DF e AL, além de telefones, CPF, data de nascimento e signo

Do R7

Nova vítima de hackers, Renan Calheiros (PMDB-AL) teve dados pessoais divulgados na internet Antonio Cruz/01.02.2013/ABr

Assim como o ex-presidente Lula, o deputado Paulo Maluf, o ex-ministro José Dirceu e Marcos Valério também condenado, Marcos Valério, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também foi alvo de supostos hackers nesta sexta-feira (8). O perfil @AnonymousBr4sil, membro do grupo Anonymous, divulgou dados pessoais de Renan no Twitter.  

Entre os dados informados no microblog, estão o nome completo do senador, CPF, data de nascimento, telefones fixos de Brasília (DF) e Maceió (AL), um endereço em Barra de São Miguel (AL) e outro de Brasília (DF), nome do pai e da mãe, dois e-mails (sendo um do Senado) e o nome de uma empresa de Calheiros — a Agropecuária Alagoas LTDA. Até o signo de Renan, que é de virgem, foi divulgado.

Na divulgação, os supostos hackers explicam que há “várias razões” para a divulgação dos dados pessoais dos políticos. E completa: “a primeira é para mostrar que a Justiça, que deveríamos de chamar de NOSSO, não funciona”.

— Está na hora de provar à esse canalhas que nós não esquecemo e nós não perdoamos! (sic)

No fim do post, o suposto hacker destaca o lema do grupo Anonymous: “Nós somos Anonymous. Nós somos uma legião. Não esquecemos. Não perdoamos. Esperem por nós”.

A reportagem do R7 tentou falar nos telefones informados no post, mas não conseguiu contato. A maioria dos números dá ocupado e um deles deu sinal de fax.

Histórico

No início de janeiro, outro suposto hacker (@nbdu1nder) divulgou dados pessoais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do senador Aécio Neves (PSDB-MG), do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) e do operador do esquema do mensalão, Marcos Valério.

Dois dias antes, as vítimas tinham sido o ex-ministro José Dirceu, o deputado federal José Genoino e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares.  

Petição Online

Há um movimento em andamento na internet pelo impeachment do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Com o nome "Impeachment do Presidente do Senado: Renan Calheiros", a comunidade já recebeu mais de 1 milhão de assinaturas online e pede a queda imediata de Calheiros.

O motivo para a campanha está resumido na página assim: "Povo Brasileiro! Acabamos de ser chamados de Palhaços!!! O Senador Renan Calheiros acaba de ser eleito Presidente do Senado com 56 votos secretos!! Isso é um absurdo! E não podemos ficar calados diante de tal ATROCIDADE!!!".

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Pechinchas

Leilão da PF vende caminhonete por R$10,5 mil e GM Omega por R$ 1,8 mil

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Esposa modelo

Conheça Letícia Weber, a mulher do senador e pré-candidato Aécio Neves

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Duro na queda!

Novos blindados do Exército resistem a explosões e atingem alvo a 2.000 metros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Relacionamento

Amor na política: conheça os casais que se formam nos bastidores da vida pública

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Brasil

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!