Brasil

21/11/2012 às 18h55 (Atualizado em 21/11/2012 às 19h24)

Supremo muda pena e advogado de Valério pega quase nove anos de prisão

Rogério Tolentino foi condenado por lavagem, corrupção e quadrilha

Do R7, em Brasília, com Agência Brasil

Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) tinham condenado o advogado do publicitário Marcos Valério, Rogério Tolentino, a uma pena de cinco anos e três meses pelos crimes de formação de quadrilha e corrupção ativa de parlamentares. O STF, porém, havia deixado para trás a definição da pena por lavagem de dinheiro.

 

Nesta quarta-feira (21), os ministros definiram a pena do crime. Por maioria, prevaleceu a punição mais amena sugerida pela ministra Rosa Weber: de três anos e oito meses de reclusão, além de dez dias-multa de dez salários mínimos cada.

Com o acréscimo da pena pelo crime de lavagem de dinheiro, a pena total acumulada pelo réu é de oito anos e 11 meses, além de 120 dias-multa de dez salários mínimos cada.

Ex-advogado de Valério é condenado a cinco anos e três meses

Como a punição supera oito anos, Tolentino deve iniciar o cumprimento da pena em regime fechado.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!