Teste: VW Golf 1.4 TSI sobra em desempenho, mas preço salgado complica disputa com arquirrivais

Fabricado em São José dos Pinhais, hatch traz muita tecnologia e acabamento de primeira

Raphael Hakime, do R7*

"Motor 1.4 em um Golf? Tá louco? Deve ser frouxo". Foram essas as primeiras palavras de um senhor no alto dos seus quase 60 anos, que escutei ao falar do VW Golf Highline 1.4 TSi turbo flex. Bastou uma volta de 5 minutos, incluindo um pouco de estrada e outro tanto de cidade, para o mesmo senhor — ainda que metido a entendido em carros, mas leigo no assunto — admitir: "Não esperava tanta potência num motor 1.4. Você falou que é turbo, né?".

A Volkswagen tem um páreo na categoria dos hatchs médios. Tem de enfrentar o líder de vendas Ford Focus e o recém-lançado Chevrolet Cruze Sport6, de segunda geração e agora com motor 1.4 turbo flex. Por isso, investiu pesado — foram R$ 520 milhões — na fábrica de São José dos Pinhais (Paraná) para fabricar o Golf em solo brasileiro.

O design e o acabamento do novo Golf dispensam comentários, mas é impossível não dar alguns pitacos. Primeiro, o motor. Quem ouve falar em motor 1.4 no hatch desconfia. Mas basta acelerar para descobrir sua potência e sua eficiência. Os dados oficiais indicam que o 0-100 km/h é feito em 8,3 segundos: comprovamos nos testes que o dado é preciso.

A velocidade máxima oficial é de 206 km/h, mas infelizmente ficamos longe desta marca, por questões legais. Mas digamos que, ao volante, o motorista precisa se policiar para não chegar involuntariamente aos 150 km/h. A combinação de potência, torque e o isolamento acústico da cabine faz parecer que o hatch está a velocidades bem inferiores.

O dirigir do Golf também merece destaque: o carro sempre está muito firme e "colado" no asfalto. A estabilidade impressiona. O câmbio manual tem engates curtos e escalonamento bem ajustado, com elevada precisão e ótimas respostas. A 110 km/h ou 120 km/h, o conta-giros trabalha próximo das 3.000 rotações. Isso ajuda a explicar a eficiência em consumo.

Antes "gastão", o VW Golf 1.4 TSI agora prima pela economia. Com gasolina em ciclo misto (cidade e estrada), fez 15 km/l. Para se ter uma ideia, percorremos quase 500 km na estrada com pouco mais de meio tanque. Com etanol, o hatch superou a marca de 11 km/l, também em ciclo misto. Nada mal!

Pegue uma carona no Golf 1.4 turbo com o editor de Carros, Diogo de Oliveira:

Show de acabamento e tecnologia

O editor do R7 Carros sempre repete: "Tente achar um parafuso aparente em um carro da Volkswagen". O VW Golf não escapa à regra. O painel alia cores sólidas, como preto e creme, e dá um banho de sofisticação no acabamento. Ao volante, o motorista tem todos os comandos do computador de bordo, do som e das informações mecânicas.

A central multimídia tem tela touch de 6,5 polegadas. Pode-se conectar o celular facilmente com plataformas CarPlay e Android Auto — basta espetar o cabo USB. O sistema também traz GPS que calcula rotas mais rápidas e oferece alternativas. Já o sistema de som tem ótimos alto-falantes, com alta definição. Há ainda Bluetooth e entrada auxiliar.

 

Hatch médio é fabricado na unidade de São José dos Pinhais (PR) Divulgação

 

Ao dirigir, duas ferramentas chamam a atenção. Uma delas é o controle de cruzeiro adaptativo, que responde pela sigla ACC (de Adaptative Cruise Control). O sistema acelera e freia o carro sozinho com auxílio de câmeras e radares. O outro recurso interessante são os sensores de obstáculo. Colidir ou dar aquela tradicional raspadinha na garagem do prédio será tarefa árdua. São vários sensores espalhados pela carroceria, incluindo as laterais. Com isso, as manobras ficam bem mais fáceis. E ainda há câmera de ré.

Experimentamos um modelo equipado com o sistema Park Assist, que reconhece uma vaga e estaciona o carro sozinho. Basta você acelerar e frear, conforme as instruções no painel.

O computador de bordo permite ao motorista acesso a informações como o tempo de viagem, velocidade média, velocidade em tempo real, temperatura de óleo, consumo instantâneo, consumo médio e GPS.

O Golf tem ainda outros mimos opcionais, como o expressivo teto solar, o sistema de farol automático (incluindo o farol alto), luzes de LED e a possibilidade de abrir e trancar o carro pelo toque das mãos (você precisa estar com as chaves próximas para funcionar).

Não podemos esquecer do ar-condicionado de duas zonas, com saídas de ventilação no banco traseiro, e bancos em couro na cor creme, com ajuste elétrico tanto para motorista e do passageiro. Essa gama de recursos confere ao hatch um elevado nível de sofisticação.

Preço salgado

Um modelo como o Golf, que reúne muitos atributos, evidentemente não poderia sair da concessionária a "preço de banana". A versão Highline 1.4 TSi flex manual que testamos, com 150 cavalos, não sai por menos de R$ 125 mil. Mas calma. Se você achou um absurdo, saiba que a versão Confortline 1.0 TSi parte de R$ 74.990. Só que, neste caso, o motor possui 125 cavalos.

"Dirija" um pouco mais o VW Golf com o editor de Carros, Diogo de Oliveira:

FICHA TÉCNICA
Volkswagen Golf TSi Highline

Motor: 1.4 16V, injeção direta, turbo, flex
Potência: 140 cv (G) e 150 cv (E) a 4.500 rpm
Torque: 25,5 kgfm a 1.500 rpm
Câmbio: Manual, seis marchas; tração dianteira
Suspensão: Independente McPherson na dianteira, eixo de torção atrás
Freios: Discos ventilados na frente e sólidos atrás
Rodas e Pneus: 205/55 R16
Peso: 1.279 kg (ordem de marcha)
Dimensões: 4,25 m (comp), 2,63 m (entre-eixos), 2,02 m de largura e altura de 1,46 m
Capacidade do tanque de combustível: 50 litros
Capacidade do porta-malas: 330 litros
Aceleração de 0 a 100 km/h: 8,6 segundos
Velocidade máxima: 206 km/h
Preço: A partir de R$ 93.790/ até R$ 130.222

*O editor de Brasil e Economia colaborou em Carros. O objetivo é dar uma opinião de consumidor

Veja a Record na internet pelo R7 Play

  • Espalhe por aí:

Comentários

Atenção! Os comentários do Portal R7 são via Facebook, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios podem ser denunciados por outros usuários, acarretando até mesmo a perda da conta do Facebook.

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!