Cidades

31/1/2013 às 13h14 (Atualizado em 31/1/2013 às 19h21)

Moradores de Santa Maria fazem abaixo-assinado por segurança em casas noturnas e punição a culpados

Grupo quer levar 30 mil assinaturas a autoridades municipal, estadual e federal

Paulo Robertos Tavares, especial para o R7 em Santa Maria

A população de Santa Maria, na região central do Rio Grande do Sul, se mobilizou na manhã de desta quinta-feira (31) para exigir medidas mais contundentes em relação à segurança em casas noturnas. Quarenta pessoas começaram a colher assinaturas para entregar às autoridades municipais, estaduais e federais, um documento pedindo medidas firmes e imediatas na prevenção de tragédias, com a da boate Kiss, onde um incêndio matou 235 pessoas na madrugada de domingo (28), além de punição aos culpados.

A professora de Administração da Universidade Federal de Santa Maria, Lúcia Madruga, informou que a ideia surgiu em um grupo de vizinhos, em que muitos tiveram amigos mortos na tragédia.

— Queremos que haja punição aos culpados, sejam eles quem for. Exigimos que nossos filhos saiam nas noites de sábado para se divertir e, realmente, se divirtam.

Leia mais notícias de Cidades

Veja a cobertura completa do incêndio em Santa Maria 

Na manhã desta quinta, eles se concentraram no calçadão da cidade, mas a intenção é espalhar mais bancas para colher assinaturas em frente aos hospitais. A intenção, de acordo com a professora, é conseguir 30 mil assinaturas. O mesmo número de participantes da última passeata, no último sábado.

— Se as pessoas participaram daquele ato, por que não assinarem um documento exigindo mais segurança? Não queremos que Santa Maria seja lembrada como a cidade da Kiss, mas sim como o lugar que se renovou, evoluiu após a tragédia.

A intenção é levar a campanha até a próxima quarta-feira (6), quando os estudantes da universidade já estarão em aula. Também no campus serão colhidas assinaturas. Os integrantes do grupo ficam das 8h às 18h, colhendo assinaturas.

— Entregaremos a todas as autoridades que possam nos dar uma resposta em relação a tragédia e o que poderá ser feito para evitar eventos como esse. Não queremos que episódios como o da boate Kiss venha a ocorrer.

Maioria das vítimas era de estudantes. Veja o perfil

Única luz da boate vinha do banheiro e pode ter confundido público na hora do incêndio

"Minha filha não morreu, ela foi assassinada", diz pai de vítima  de tragédia em Santa Maria

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Pacto de morte coletivo

Pais dizem que filhas não demonstraram variação no comportamento

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Jovem, rica e bela

Saiba quem é a mulher que largou tudo para ficar com Roger Abdelmassih

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Palmas (TO)

Suspeito de estuprar e matar mulher ri ao ser preso e debocha: “Saio em 3 meses”

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Crime bárbaro

Mãe conta como matou a filha de 7 anos para ritual no PR; ossada é encontrada

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Cidades

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Braço amputado

Tigre ataca menino de 11 anos em zoo do Paraná ; pai responderá por lesão

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!