• Twitter Created with Sketch.

Atirador dos EUA era fã de games violentos e era portador de síndrome

Polícia e especialistas tentam entender o perfil do autor do
massacre em uma escola primária

Do R7, com Domingo Espetacular

Foto de Adam Lanza, em 2005,
 divulgada pela televisão americana
Foto de Adam Lanza, em 2005, divulgada pela televisão americana - / ABC / AFP

A imprensa norte-americana continua tentando traçar um perfil do jovem Adam Lanza, o autor de um massacre no último dia 14, que deixou 27 pessoas mortas em Newtown, no Estado norte-americano de Connecticut. O objetivo é descobrir o que motivou a tragédia que chocou o país.

Adam seria fã de games violentos e portador da síndrome de Asperger, um transtorno semelhante ao autismo, porém mais leve.

De acordo com a mídia americana, Adam era fã em particular do jogo Call of Duty, no qual o participante utiliza pistolas, rifles, metralhadores e outras armas para ganhar pontos matando oponentes.

A imprensa também divulgou que Adam tinha síndrome de Asperger. Seu principal sintoma é um interesse obsessivo por um só assunto, mas causa dificuldade para interpretar situações sociais e relacionar-se com outras pessoas. 

Irmão do atirador dos EUA diz que sente falta da mãe e de seu “bro”

Conheça as vítimas do massacre na escola de Newtown

Autor de massacre em escola queria entrar para a Marinha dos EUA

Os conhecidos de Lanza o definiram como um jovem "calado e tímido" e "muito antissocial", mas muito inteligente, especialmente em informática.

Adam Lanza não deixou cartas, nem era ativo em redes sociais, por isso as autoridades seguem sem saber o que o fez cometer um dos piores massacres escolares da história dos Estados Unidos. Espera-se que os e-mails e os sites visitados por Lanza ajudem a solucionar esta questão.

Veja fotos do massacre em Newtown

Atiradores assustaram o mundo nos últimos anos. Relembre!

No dia 14 de dezembro, Adam Lanza, de 20 anos, matou a própria mãe com vários tiros na cabeça dentro de casa, em Newtown, Connecticut. Em seguida, ele invadiu a escola Sandy Hook, munido de um rifle semiautomático e duas pistolas, assassinando seis funcionárias e 20 crianças de seis e sete anos. Com a chegada da polícia, o atirador de matou.

Quer ficar bem informado? Leia mais

O que acontece no mundo passa por aqui

Assista à reportagem completa:

  • Espalhe por aí:
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log