Internacional

8/1/2013 às 07h25 (Atualizado em 8/1/2013 às 08h33)

Estado de saúde de Chávez é estável, diz governo da Venezuela

Presidente continua recebendo tratamento para uma insuficiência respiratória

Do R7, com agências internacionais

O Governo disse que não descarta que Chávez possa estar presente em Caracas no dia 10, data em que deveria tomar posse REUTERS/Miraflores Palace/Handout

O estado de saúde do presidente venezuelano, Hugo Chávez, não mudou nos últimos dias e ele continua recebendo tratamento para uma insuficiência respiratória, informou o governo na noite de segunda-feira (7), quase um mês após a complexa operação em Cuba contra o câncer que colocou em dúvidas as chances de Chávez permanecer no comando do governo.

"O presidente se encontra em uma situação estável com relação à descrita no boletim médico mais recente, quando foi informada a insuficiência respiratória enfrentada pelo comandante Chávez como consequência de uma infecção pulmonar sobrevinda no curso do pós-operatório", disse o ministro da Comunicação, Ernesto Villegas.

"O tratamento vem sendo aplicado de forma permanente e rigorosa, e o paciente está assimilando", acrescentou o ministro, em cadeia de rádio e TV.

Sem Chávez, Venezuela vê declínio de influência regional

Assessor de Dilma diz não ver instabilidade na Venezuela

No boletim emitido pelo Governo na última quinta-feira, Villegas informou que Chávez, reeleito no pleito de outubro passado, sofria uma insuficiência respiratória por causa de uma "severa" infecção pulmonar depois de sua quarta e "complicada" operação por conta de um câncer em Cuba, em 11 de dezembro.

— O Governo bolivariano mantém contato permanente com a equipe médica que atende o comandante Chávez, assim como com os familiares que o acompanham.

Villegas reiterou, além disso, o compromisso do Executivo de "manter informado o povo venezuelano sobre a saúde" do líder, no poder desde 1999, convidando-o a "ignorar as mensagens de guerra psicológica que desde o exterior pretendem perturbar a família venezuelana".

Faltando três dias para que Chávez assuma o mandato para o período 2013-2019, o Governo disse nesta segunda-feira que não descarta que o líder possa estar presente em Caracas e prepara atos nas ruas com a presença de presidentes de países "amigos".

No entanto, o Governo advertiu que, se o líder não puder estar presente nesta quinta-feira, para o que considera uma "formalidade", Chávez irá jurar o cargo quando for possível.

A oposição, por sua vez, defende a necessidade de designar um novo Executivo liderado pelo presidente do Parlamento.

 

Quer ficar bem informado? Leia mais

O que acontece no mundo passa por aqui

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Mergulho no lixo

Ativistas do freeganismo se alimentam de comidas jogadas fora

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fotografia

Ensaio traz à tona "fantasmas" da desindustrialização nos EUA

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!