Itamaraty confirma prisão de 2 brasileiros por tráfico de cocaína

Um dos criminosos transportava 1,3 kg da droga no estômago

Brasileiro de 27 anos foi preso ainda no aeroporto
Brasileiro de 27 anos foi preso ainda no aeroporto Reprodução/Narcotics Supression Bureau

O Itamaraty confirmou que dois brasileiros foram presos na última quarta-feira (6) por tráfico de cocaína em Bangkok, na Tailândia. O primeiro deles, um jovem de 27 anos, foi capturado ainda no aeroporto com 1,3kg de cocaína no estômago. Já o segundo foi preso em um hotel e a polícia acredita que ele seria o responsável por receber a droga que estava sendo transportada.

Segundo o chefe da divisão de narcóticos da polícia de Bangkok, Sommai Kongwisaisuk, o jovem estaria fazendo o papel de "mula" para transportar as drogas veio do Brasil para desembarcar na capital tailandesa no voo ET618, da empresa Ethiopian Airlines.

Depois que o jovem de 27 anos já estava sob custódia da polícia e teve as drogas removidas do estômago, o segundo traficante fez uma ligação para combinar o local onde os dois se encontrariam na sexta-feira (8). As autoridades prenderam o criminoso em flagrante.

Droga foi encontrada no estômago do traficante
Droga foi encontrada no estômago do traficante Reprodução/Narcotics Supression Bureau

O R7 entrou em contato com o Ministério de Relações Exteriores, que confirmou a prisão dos dois brasileiros.

Brasileiro é preso em Bangkok com 1,3kg de cocaína no estômago

Por meio de nota, a pasta afirmou que "já esteve pessoalmente com ambos e está mobilizado para prestar-lhes o apoio possível". Ainda de acordo com a nota, no entanto, as identidades não seriam divulgadas "por questões de preservação da intimidade daqueles que solicitam apoio consular".

Até o fim do ano passado, o número total de brasileiros presos no exterior era de 2.999, um aumento de 9,8% em relação ao número de 2.732 de 2015. De todos eles, 732 (24,4%) foram detidos por posse de drogas e narcotráfico.

*Caíque Alencar, do R7

Cápsulas foram retiradas do estômago do contrabandista
Cápsulas foram retiradas do estômago do contrabandista Reprodução/Narcotics Supression Bureau