• Twitter Created with Sketch.

Minas Gerais

Médicos fazem o maior transplante de Minas Gerais

Pacientes mineiros e de São Paulo receberam nove órgãos de Diego Riviera, de 26 anos

Do R7, com Record Minas

Procedimento empenhou 20 profissionais
Procedimento empenhou 20 profissionais Record Minas

Um jovem de 26 anos ajudou médicos a fazerem história nesta terça-feira (8) em Minas Gerais. Nove órgãos de Diego Riviera foram transplantados, na maior operação realizada no Estado.

Depois de confirmada a morte cerebral do rapaz começou uma corrida contra o tempo. Equipes médicas do Instituto do Coração e do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, chegaram a Varginha, no sul de Minas, de jatinho.

Leia mais notícias no R7 MG

Minutos depois, uma equipe de Belo Horizonte se juntou ao corpo clínico. Pelo menos 20 profissionais, entre médicos e enfermeiros, foram mobilizados para o procedimento.

Em casos como esse, de doação total de órgãos, até nove receptores podem ser beneficiados. A agilidade com que o transplante ocorre é fundamental para o sucesso dos procedimentos: o coração é o órgão mais delicado porque os médicos precisam fazer o transplante em apenas quatro horas.

Para Armando Martins, especialista em transplantes, a decisão da família em fazer a doação total deve servir de exemplo.

— No sofrimento, que talvez é um dos maiores que o ser humano possa suportar, ele consegue enxergar que existem pessoas com uma dor tão grande ou parecida com a dele.

O coração e os pulmões de Riviera serão transplantados em pacientes internados em São Paulo. Um paciente de Belo Horizonte recebeu o fígado do jovem. Os rins e córneas foram encaminhados para hospitais do sul do Estado.

  • Espalhe por aí:
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log