Minas Gerais

Minas Gerais

25/2/2014 às 19h08 (Atualizado em 25/2/2014 às 19h15)

Polícia identifica nove assaltantes mortos em assalto a banco no sul de Minas

Um refém morreu durante a ação; seis sobreviventes da quadrilha foram presos

Do R7

Criminosos foram surpreendidos por ação conjunta das polícias de Minas e São Paulo Henrique Costa/CPN/Estadão Conteúdo

Foram identificados nesta terça-feira (25) os corpos dos dez homens mortos em tiroteio com a polícia no último sábado (22) em Itamonte e na BR-354, no sul de Minas, durante tentativa de roubo a bancos.

Leia mais notícias no R7 Minas

Um professor, sequestrado pelo grupo, está entre as vítimas. Os outros nove mortos são suspeitos de integrar uma quadrilha responsável por explosões de caixas eletrônicos no interior de Minas e em São Paulo. Quatro presos na operação foram levados para a Penitenciária Nelson Hungria, na Grande BH, um está detido em São Lourenço e outro em São José dos Campos (SP).

Inquéritos

A Polícia Civil abriu dois inquéritos para investigar o caso, que chocou a cidade de 15 mil habitantes. Um dos procedimentos investiga se a quadrilha, além de atuar em SP, destruiu equipamentos em Minas.

Para isto, segundo o superitendente de Investigações e Polícia Judiciária, Jeferson Botelho, o Instituto de Criminalística compara o calibre dos projéteis e outros materiais apreendidos em Itamonte com armamentos utilizados em ataques nos últimos meses no Estado. O cruzamento de dados pode apontar o modo de operação da quadrilha.

O segundo inquérito apura como o professor, assassinado durante a perseguição, se envolveu no caso. No entanto, o delegado João Euzébio Cruz, de Pouso Alegre, afirma que Silmar Júnior Madeira foi sequestro pelo bando e obrigado a dirigir.

Corpos

Os corpos identificados são deRobson Santos Souza (de São Paulo), Marcos Aurélio dos Santos Zacarias  (de Mogi das Cruzes), Armando da Silva Machado Júnior (Mogi das Cruzes), Emerson Oliveira Bonifácio de Mello, Odlavison Gelain, Anderson Omena Benits e Anderson dos Santos Diogo. O corpo de Clésio, conhecido como Pita, ainda aguarda reconhecimento oficial.

Presos

Estão presos na Nelson Hungria Trata-se de Alfredo Luis Mancini, Thiago Aikawa Padilha, Marcos Siqueira Rubim e Joênio Varela de Araújo. Já Deusdete Pereira de Souza foi capturado em São José dos Campos/SP. Ele sequestrou um taxista e estava com Diogo Souza Matias, que morreu na perseguição. O trabalhador foi resgatado sem ferimentos.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Belo Horizonte

Traficante arranca cabeça de pedófilo e guarda na geladeira por três meses

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Roubou R$ 10 mil

Assaltante pinta cavanhaque com caneta para tentar se disfarçar em Itajubá

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Um desaparecido

Soterramento em barragem de mineradora mata dois trabalhadores

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Injúria racial no Facebook

Comentários racistas contra casal fariam parte de grupo organizado

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
"Aerolindas"

Página de estudante mineira faz sucesso com cliques de comissárias

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Minas Gerais

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!