Após prisão, Garotinho passa mal com pressão alta e é levado para hospital Souza Aguiar

Ex-governadora do Rio de Janeiro Rosinha Garotinho acompanha o marido

Garotinho teve pressão alta e passou mal na sede da PF do Rio
Garotinho teve pressão alta e passou mal na sede da PF do Rio Wilton Junior/Estadão Conteúdo

O ex-governador do Rio Anthony Garotinho, preso na manhã desta quarta-feira (16), teve problema de pressão alta e passou mal. Ele foi encaminhado para a unidade coronariana do Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro. A mulher do político, a também ex-governadora do Rio Rosinha Garotinho acompanha o marido.

Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada e Garotinho recebeu atendimento na Superintendência da Polícia Federal do Rio, onde está desde a sua prisão. A previsão era de que Garotinho fosse transferido para a sede da PF em Campos ainda esta noite.

A filha do político, a deputada federal Clarissa Garotinho (PR), estava em reunião com o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, quando soube da prisão. De acordo com testemunhas, ela saiu às pressas para encontrar o pai e chegou a chorar no momento em que Garotinho foi levado para fazer exames de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal).

Garotinho foi preso em seu apartamento no bairro do Flamengo, a defesa do político afirmou que a prisão foi “abusiva e ilegal”. A prisão ocorreu durante operação da Polícia Federal do Rio, que investiga o uso eleitoral do programa Cheque Cidadão e combate crimes eleitorais em Campos, no Norte Fluminense, onde ele é secretário de governo da prefeitura.

Assista à reportagem: