Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

27/3/2014 às 15h48 (Atualizado em 27/3/2014 às 16h54)

Ocupação da Maré por militares na 1ª semana de abril usará "drone"; avião foi usado na prisão de Menor P.

Polícia Federal usou avião não-tripulado para monitorar chefe do tráfico da Maré

Agência Estado

Menor P estava sozinho no apartamento quando foi capturado Reprodução Rede Record

A PF (Polícia Federal) usou um vant (veículo aéreo não-tripulado), uma espécie de avião com câmera e sem piloto, para monitorar os passos do traficante Marcelo Santos das Dores, de 32 anos, conhecido como Menor P, preso nesta quarta-feira (26). Chefe do tráfico de uma importante facção do Rio, ele afirmou, na delegacia, ser "o dono" de 11 das 16 favelas do Complexo da Maré, zona norte do Rio. O vant, também conhecido como drone, será usado na ocupação do conjunto de favelas por tropas federais, em 7 de abril.

Apesar de ter cerca de 4 metros de comprimento, o vant é quase impossível de ser detectado durante o sobrevoo. Com uma câmera infravermelha de alta precisão, o veículo também pode ser usado à noite como mecanismo de vigilância e para fazer o monitoramento e o levantamento das áreas por onde Menor P circulava. Enquanto esteve no Rio, em 2013, o veículo foi usado unicamente para acompanhar os passos do traficante.

— O vant é um equipamento com capacidade de vigilância muito elevada que foi usado de forma sigilosa para monitorar onde ele estava—, afirmou o superintendente Regional da PF no Rio, delegado Roberto Cordeiro. O trabalho dos órgãos de inteligência da PF duraram um ano, período no qual foram feitas diversas tentativas de prisão do traficante.

Com a aproximação da ocupação do conjunto de favelas, o vant voltará para a cidade, em aviões de carga da FAB (Força Aérea Brasileira), para auxiliar no trabalho das tropas federais, como disse Cordeiro.

— A Secretaria de Segurança pediu o uso do vant na ocupação e estamos adotando as medidas necessárias para trazê-lo a tempo.

Com o auxílio do vant, a PF acompanhou Menor P tanto dentro da Maré quanto no deslocamento em importantes vias expressas da cidade como Avenida Brasil, linhas Vermelha e Amarela.

— Depois que fomos avisados sobre a ocupação da Maré, intensificamos o trabalho de inteligência e de campo para prendê-lo e consideramos que essa foi a melhor forma—, disse o delegado-chefe da Delegacia de Repressão de Entorpecentes, Fábio Andrade, responsável pela operação.

Na delegacia, o traficante afirmou que era o dono do tráfico no Complexo. Na noite dessa quarta-feira, 26, ele foi preso em uma cobertura duplex, em um prédio de luxo, no bairro Pechincha, na região de Jacarepaguá, zona oeste do Rio. O traficante estava sozinho, desarmado e não reagiu. No apartamento havia cerca de R$ 4 mil em espécie.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Valeu, amigo!

Homem resgata cão em canal no centro

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Com tudo em cima

Vovós sensualizam em calendário para ajudar asilos no Rio

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Sumiu após aborto

Grávida desaparecida e ex queriam reatar; veja últimas trocas de mensagens

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fotos

Conheça a geração de "delegatas" do Rio

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Raíssa Sampaio

Conheça vencedora do concurso de nordestina mais bonita do Rio

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Rotina de tensão

Universitárias relatam abusos sexuais perto de campus da UFRJ na zona sul

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Saudades do verão?

Veja mais de 100 musas das praias do Rio

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Rio de Janeiro

  • Últimas de Notícias

Mais Clicadas

Compartilhe
Desaparecida

Dez anos depois, mãe de Priscila Belfort pede reabertura das investigações

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fotos

Veja momento em que dançarina do Latino, baleada, é socorrida por frentistas

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
O preço do luxo!

No bairro mais caro do Brasil, imóvel de frente para praia custa R$ 35 milhões

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!