São Paulo

22/5/2013 às 01h10

Atual coordenador do Samu de Ferraz de Vasconcelos presta depoimento sobre fraude com dedos de silicone

Médico foi citado por outros suspeitos de envolvimento durante apuração do caso

Do R7

Socorristas usavam dedos de silicone para bater o ponto de colegas que não compareciam ao trabalho Divulgação/Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos

O cirurgião Ronaldo Patu Ferreira será ouvido pela comissão que apura a fraude com os dedos de silicone no ponto eletrônico do Samu, em Ferraz de Vasconcelos. O médico é o coordenador interino do serviço e prestará esclarecimentos na manhã desta quarta-feira (22).

Desde que o responsável pelo Samu na cidade, o médico Jorge Cury, foi afastado, Patu assumiu o posto. O motivo de ele ter sido chamado foi que o nome do atual coordenador foi citado por outras pessoas ouvidas no processo. Os membros da comissão entendem que ele poderá contribuir com a apuração do caso.

Na semana passada, quatro médicos que estavam afastados, depois que o esquema foi descoberto, foram demitidos pelo prefeito Acir Filló. Outros três socorristas suspeitos de envolvimento já haviam pedido demissão.

Leia mais notícias de São Paulo

O caso

No dia 10 de março deste ano, a médica Thauane Nunes Ferreira, de 28 anos, foi presa em flagrante batendo o ponto de colegas usando cópias do de dedos feitas em silicone. Ela foi liberada pouco tempo depois e responde em liberdade.

A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos, o Ministério Público, a Polícia Civil e o Ministério da Saúde abriram investigações para apurar o esquema. A hipótese, segundo o município, é de que a ação criminosa resultava em pagamento de hora-extra para os plantonistas, sem que eles trabalhassem. 

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!