Frio pode ter matado quatro moradores de rua

Vítimas foram encontradas mortas, sem sinais de violência, entre madrugada e manhã de quinta

Sensação térmica em SP chegou a 4ºC na madrugada de quinta-feira
Sensação térmica em SP chegou a 4ºC na madrugada de quinta-feira Tércio Teixeira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Pelo menos quatro moradores de rua foram encontrados mortos, sem sinais de violência, entre a madrugada e manhã de quinta-feira (25). Há suspeita que eles morreram de frio. O primeiro corpo foi encontrado na madrugada desta quinta-feira (25), na avenida Luís Carlos Berrini, na zona sul de São Paulo. O homem chegou a ser levado para o Hospital São Paulo, mas já sem vida. O corpo ainda permanecia no IML Sul sem identificação.   

Por volta das 7h50, Luiz Carlos Balegio Correia, de 58 anos, foi encontrado morto na calçada ao lado de uma lanchonete na rua Francisco José Viana, na cidade Tiradentes. De acordo com o filho da vítima, um chaveiro de 36 anos, já fazia um tempo que Correia morava na rua e bebia diariamente.

Um comerciante da lanchonete próxima ao local onde ele foi encontrado informou que chegando ao local, por volta das 6h, a vítima já estava morta. Ainda segundo o comerciante, o morador de rua era frequentador do local e vivia bebendo. Ele e os outros comerciantes da região frequentemente ofereciam alimentos.   

Leia mais notícias de São Paulo

Segundo testemunhas, ele sempre andava vagando pela rua. Neste dia, por volta da 1h, caiu duas vezes e populares acudiram e colocaram a vítima sentada na porta do estabelecimento da mesma forma que foi encontrado morto. Ele também não aparentava sinais de violência e pode ter morrido de frio.   

Mais tarde, por volta das 8h, também de quinta-feira (25), dois moradores de rua foram encontrados mortos. Um deles, no cruzamento da rua São Paulo com a rua Teixeira Leite, no centro da capital, e outro na rampa de acesso ao terminal Dom Pedro II, também no centro. Os dois casos foram registrados no 1º Distrito da Capital. Eles também não apresentavam sinais de violência. Até às 6h desta sexta-feira (26), os corpos permaneciam no IML sem identificação.

Frio

Os termômetros marcaram 6ºC em Capela do Socorro, zona sul da capital paulista, na madrugada de quinta-feira (25), mas a sensação térmica não passou dos 4ºC em Parelheiros, segundo informações do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência). A sensação térmica é calculada levando-se em consideração a temperatura no local e a velocidade do vento.

As estações meteorológicas automáticas do CGE indicam temperatura média de 7ºC, com taxa de umidade relativa do ar em torno de 100%. Já na estação da Lapa, zona leste, os termômetros registraram 8°C. 

Assista ao vídeo: