São Paulo

27/3/2014 às 13h05 (Atualizado em 27/3/2014 às 15h45)

Guarda Municipal encontra cabeça na praça da Sé, centro de São Paulo

Possível ligação com o corpo esquartejado em Higienópolis será apurada

Do R7, com Agência Record

Cabeça foi encontrada por morador de rua nesta quinta-feira Reprodução/Rede Record

Integrantes da Guarda Civil Metropolitana encontraram, no início da tarde desta quinta-feira (27), uma cabeça humana, perto do chafariz da Praça da Sé, no centro de São Paulo. Ela estava dentro de uma sacola de plástico, localizada inicialmente por uma pessoa que passava pelo local. Os guardas faziam ronda de rotina na área e foram avisados sobre a descoberta. A cabeça, que seria de um homem branco, possui cabelos, olhos, nariz, orelhas e está em avançado estado de decomposição. Ainda não é possível confirmar se a arcada dentária foi retirada.

O Delegado Itagiba Antonio Vieira Franco, diretor da Divisão de Homicídios do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), foi ao local, acompanhado por peritos científicos da Polícia Civil, para confirmar se há ligação entre o caso e o corpo encontrado esquartejado, em três pontos do bairro Higienópolis, do último domingo (23).

— Está confirmado [que encontraram uma cabeça]. Vamos realizar a perícia e ver se se trata do mesmo corpo. Pode ter relação [com o esquartejado de Higienópolis].

Na manhã de domingo, um morador de rua, que vasculhava o lixo na esquina das ruas Sergipe e Sabará, encontrou dentro de um saco plástico, duas pernas, cortadas abaixo do joelho, e dois braços. As pontas dos dedos das mãos foram decepadas, de acordo com a polícia, a fim de dificultar a identificação digital. O morador chamou um comerciante local, que pediu ajuda para policiais militares que faziam uma ronda na área.

Às 12h30, o tronco, que estava envolto em um vestido vermelho, foi localizado, também em sacos de lixo, dentro de um "carrinho de feira" entre as ruas Mato Grosso e José Eusébio, junto ao Cemitério da Consolação. A pele havia sido retirada, possivelmente para evitar o reconhecimento de tatuagens. Dentro do saco, havia um par de sapatos masculinos.

Leia mais notícias de São Paulo

Pouco depois, na rua da Consolação, também próximo ao cemitério, foi localizado o terceiro saco. Dentro dele, estavam as coxas envoltas em plástico, amarrados com durex e fita crepe. Nos três sacos, havia pelos e cabelos, que foram encaminhados ao Instituto de Criminalística.

A polícia já fez o retrato falado do homem que teria descartado os sacos plásticos com as partes do corpo. Ele foi confeccionado a partir das imagens do suspeito que os investigadores conseguiram por meio de câmeras da polícia, comércio e prédios. Uma das imagens, a mais nítida, foi entregue aos policiais por uma produtora da TV Record

A polícia também está à procura de imagens de câmeras de circuito de segurança que possam ter flagrado o momento em que o saco plástico, contendo a cabeça da vítima, foi abandonado na praça da Sé. Imagens da estação Sé, da Linha 3 - Vermelha, do Metrô serão solicitadas nesta quinta-feira.

Sapato e título de eleitor achados perto de corpo não são da vítima

Esquartejador de Higienópolis é extremamente frio, analisa psiquiatra forense

A investigação ainda não apontou quem é a vítima de Higienópolis, mas um homem foi até a delegacia para informar que o filho havia desaparecido. O jovem teria tatuagens nas costas e no peito. Um exame de DNA pode ser pedido para comprovar se as partes humanas são do rapaz.

 
 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Zona leste

Pai mata mulher, filha de quatro anos e tenta assassinar bebê dentro de casa

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Guarulhos

Polícia Civil investiga namorado de funkeira encontrada morta

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Durante o show

Último forró: marido traído executa “rei dos teclados” em Santo André

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Você moraria nestes lugares?

Veja como estão imóveis que foram cenários de tragédias em São Paulo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de São Paulo

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!