Ejacular 21 vezes ao mês reduz risco de câncer de próstata, diz estudo

Levantamento de universidade americana analisou 31.925 homens por duas décadas

  • Saúde
  • Do R7
Pesquisas apontam que a liberação do esperma ajuda o organismo a se livrar de glândulas que causam tumores e infecções
Pesquisas apontam que a liberação do esperma ajuda o organismo a se livrar de glândulas que causam tumores e infecções Thinkstock

Um estudo realizado pela Universidade de Harvard, dos Estados Unidos, aponta que ejacular 21 vezes ao mês reduz significativamente o risco de câncer de próstata nos homens. A pesquisa, publicada pelo jornal European Urology, comparou indivíduos que ejaculavam pelo menos 21 vezes a cada quatro semanas àqueles que ejaculavam até sete vezes no mesmo período. A conclusão vale para homens que chegam ao orgasmo por meio de masturbação ou sexo.

Entidade americana muda recomendação para exame que detecta câncer de próstata

Os estudos não se aprofundaram sobre as causas da diminuição do risco de câncer nesses casos, mas pesquisas anteriores apontam que a liberação do esperma ajuda o organismo a se livrar de glândulas que causam tumores e infecções. A ejaculação também ajuda a cessar inflamações de próstata — causas conhecidas do câncer.

O levantamento de Harvard analisou 31.925 homens saudáveis que responderam, desde 1992, a questionários sobre sua frequência de ejaculação. Eles tinham idades entre 20 e 29 anos e 40 a 49 anos. O estado de saúde dos participantes foi acompanhado até 2010. No período do levantamento, 3.839 dos indivíduos foram diagnosticados com câncer de próstata.

Café pode diminuir risco de câncer de próstata, diz estudo