Saúde

21/8/2013 às 18h59 (Atualizado em 21/8/2013 às 19h53)

Presidente da Federação Nacional dos Médicos diz que profissionais cubanos são de qualidade duvidosa

Governo anunciou a vinda de 4.000 profissionais de Cuba 

Do R7

O presidente da Fenam (Federação Nacional dos Médicos) Geraldo Ferreira afirmou nesta quarta-feira (21) que a qualidade dos profissionais cubanos é duvidosa  

— Segundo depoimentos de autoridades médicas da Bolívia e Venezuela, foi possível perceber que a atuação destes médicos é muito próxima de brigada militar, ao invés de um profissional de saúde.(sic)     

Para o médico, o melhor caminho para o preenchimento de vagas é o concurso médico nacional, com contratação pelo governo federal e distribuição desses profissionais para os municípios. 

— Em caso de mão de obra estrangeira, esta deverá se submeter ao Revalida e a exame de proficiência de língua. Somente assim, se ofertará à população um serviço de qualidade e se garantirá sua segurança.  

Médicos cubanos 

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou em coletiva de imprensa a vinda de 4.000 médicos de Cuba para as vagas que não foram preenchidas por médicos brasileiros no programa Mais Médicos.  

O acordo foi afirmado entre o governo brasileira e a OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde). Segundo o ministro, 400 médicos já serão encaminhados para a primeira parte do programa.  

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!