Saúde

11/1/2013 às 08h09 (Atualizado em 11/1/2013 às 08h53)

'Terapia do amor' pode ser a saída para a cura da fibromialgia

Especialista estuda efeitos da reposição do hormônio da ocitonina no alívio das dores

Agência Estado

Milhares de pessoas no mundo sofrem com a fibromialgia, doença caracterizada por dores que se disseminam por todo o corpo sem causa aparente.

O impacto negativo que causam na vida dos portadores é tão grande que universidades em todo o mundo têm se empenhado na cura da doença, ainda sem solução.

Agora, um médico especializado em saúde pública na Flórida, nos Estados Unidos, endocrinologista e um dos maiores nomes em fibromialgia no mundo, o Dr. Jorge Flechas, aponta a "terapia do amor" como uma saída para a cura.

Há 20 anos o médico estuda os efeitos da reposição do hormônio da ocitonina, popularmente conhecido como hormônio do amor, no alívio das dores.

O especialista percebeu que o hormônio, liberado durante a amamentação, relação sexual e namoro, provocava uma queda na pressão arterial, promovia o relaxamento no corpo e melhorava a circulação sanguínea. Tanto que mulheres portadoras do mal ficaram livres dos sintomas no período da gravidez.

Exercícios leves diminuem dores da fibromialgia

Veja como é possível tratar e acabar com as dores crônicas

A partir de seus estudos, o Dr. Flechas passou a estudar aplicações de injeções do hormônio em pacientes com dores crônicas e também em mulheres com falta de desejo sexual.

Os estudos ainda estão sendo desenvolvidos mais se constitui uma esperança para o portador de fibromialgia.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Compartilhe
Vive com dificuldades

Apesar de sentença de morte, jovem com grave deformidade vira contador

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Superação

Jovem se recupera de paralisia nas pernas e caminha até o altar

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Batalha

Jovem tem lábios reconstruídos após ter parte do rosto devorado por bactéria

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Saúde

  • Últimas de Notícias

Compartilhe
Drama

Mulher relata morte do marido aos 39 anos com 400 kg; veja detalhes

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Dor insuportável

Bactéria que come carne humana quase mata mulher após dar à luz

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!