Brasil Bolsonaro deve despachar do hospital depois de sua cirurgia 

Bolsonaro deve despachar do hospital depois de sua cirurgia 

Bolsonaro deve ser internado no próximo domingo, para exames pré-operatórios, e deve passar pela cirurgia no dia seguinte

Reuters
O presidente Jair Bolsonaro, que passará por cirurgia

O presidente Jair Bolsonaro, que passará por cirurgia

Gazeta Digital

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro deve despachar do hospital após a cirurgia para reversão da colostomia prevista para a próxima segunda-feira (28), informou o porta-voz da Planalto, general Otávio Santana do Rêgo Barros.

Bolsonaro deve ser internado no próximo domingo, para exames pré-operatórios, e deve passar pela cirurgia no dia seguinte. A estimativa, segundo o porta-voz, é que o presidente leve entre sete a dez dias no hospital para se recuperar e passe a despachar assim que possível, ainda internado.

O presidente foi esfaqueado em setembro do ano passado em Juiz de Fora (MG), tendo que passar por uma cirurgia de emergência na Santa Casa local. Transferido para São Paulo, onde ficou no hospital Albert Einstein, Bolsonaro passou por uma segunda operação. O procedimento cirúrgico da próxima semana também será realizada no Einstein.

Inicialmente, a reversão da colostomia estava prevista para o dia 12 de dezembro, mas exames realizados no fim de novembro levaram a equipe médica a adiar a cirurgia para 2019. Os exames de novembro detectaram inflamação do peritônio e de aderência entre as alças intestinais. A cirurgia de reversão visa retirar a bolsa e reconectar o intestino do presidente.

(Reportagem Maria Carolina Marcello)

Últimas