Congresso prorroga MPs da indústria automotiva e agricultura

As medidas tratam da renegociação de dívidas rurais, da criação do programa Rota 2030 e da atualização do marco legal do saneamento básico

Uma das MPs prorrogadas trata do Refis do Funrural

Uma das MPs prorrogadas trata do Refis do Funrural

Arquivo/Agência Brasil

O Congresso Nacional prorrogou por 60 dias a vigência de três medidas provisórias, conforme atos publicados no DOU (Diário Oficial da União).

A MP 842/2018 trata de renegociação de dívidas rurais e revoga dispositivos da Lei 13.606/2018, que formalizou a criação do Refis do Funrural e incluiu vantagens adicionais para a regularização de débitos de produtores rurais. O projeto de lei de conversão da MP já foi aprovado na Câmara e precisa ser votado ainda pelo Senado.

A MP 843/2018 cria o Programa Rota 2030, estabelece requisitos obrigatórios para a comercialização de veículos no Brasil e dispõe sobre o regime tributário de autopeças não produzidas.

A MP 844/2018 atualiza o marco legal do saneamento básico e altera as leis nº 9.984/2000, para atribuir à Agência Nacional de Águas competência para editar normas de referência nacionais sobre o serviço de saneamento; nº 10.768/2003, para alterar as atribuições do cargo de Especialista em Recursos Hídricos; e de nº 11.445/2007, para aprimorar as condições estruturais do saneamento básico no País.