Brasil Fundo Antidrogas arrecada R$ 62 mi com venda de dólares do tráfico

Fundo Antidrogas arrecada R$ 62 mi com venda de dólares do tráfico

Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas realiza a primeira conversão de moedas estrangeiras apreendidas do tráfico de drogas

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, em evento

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, em evento

Isaac Amorim/MJSP

O Funad (Fundo Nacional Antidrogas) arrecadou R$ 62 milhões com a venda de US$ 12 milhões apreendidos pela Polícia Federal em operações de combate ao tráfico de drogas. Esse é o resultado da primeira conversão de moedas estrangeiras apreendidas com traficantes.

Leia também: Governo arrecada mais de R$ 12 mi com bens do tráfico em leilões

No Dia Internacional de Combate às Drogas, nesta sexta-feira (26), o Ministério da Justiça e Segurança Pública anunciou a conversão de moedas. A medida é fruto de projeto executado pela 23ª Vara Federal de Curitiba, pela 5ª Vara Federal de Santos e pela Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas), ligada ao ministério. 

Leia também: Em meio à pandemia, apreensão de drogas aumenta 22% no país

Segundo o secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, Luiz Roberto Beggiora, este é um marco para a gestão de ativos perdidos em favor da união, apreendidos do tráfico e de demais crimes como a corrupção e a lavagem de dinheiro.

“No dia em que celebramos o Dia Internacional de Combate às Drogas, o país deu esse passo tão importante que abre caminhos para outras operações de descapitalização do crime por meio da venda de patrimônio apreendido”, afirmou Beggiora.

A conversão será realizada pela Caixa Econômica Federal e o valor, investido no Funad, que financia políticas públicas de prevenção e de combate às drogas no país.

Além de dólares e euros, há diversos tipos de moedas depositadas no Banco Central, aguardando a conversão em real e que devem ser doadas para museus, representações diplomáticas ou, em última hipótese, destruídas.

Últimas