Brasil Helicóptero que caiu em MT: militar recebe alta e dois deixam a UTI

Helicóptero que caiu em MT: militar recebe alta e dois deixam a UTI

Os três integrantes da Força Nacional que estavam na aeronave passaram os últimos dias em hospital de Cuiabá, capital do Mato Grosso

  • Brasil | Do R7

Helicóptero da Força Nacional que caiu no dia 8

Helicóptero da Força Nacional que caiu no dia 8

Reprodução/Ministério da Justiça

O presidente da Comissão Temporária Externa do Pantanal, senador Wellington Fagundes (PL-MT), anunciou que os três militares da Força Nacional que ocupavam o helicóptero que caiu dia 8 durante combate a incêndios em Mato Grosso do Sul apresentaram melhora em seus quadros médicos. Dois receberam alta da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e um já deixou o hospital, em Cuiabá (MT), e está em um hotel da cidade.

"A primeira vítima, o Luis Fernando Beriberi, inspetor do Rio de Janeiro, copiloto,  teve uma fratura, mas está estável, consciente e conversando. Recebeu alta da UTI. A segunda vítima, Renato de Oliveira Sousa, agente especial do DF [Distrito Federal], piloto, se encontra no Hospital Santa Rosa, estável, consciente, consegue realizar caminhadas de forma lenta, com ajuda de especialistas. O terceiro, Emerson Miranda, segundo-sargento, fraturou a costela e já recebeu alta do hospital e encontra-se em um hotel de Cuiabá", leu o boletim o senador.

A informação foi passada por Fagundes durante a sessão desta terça-feira (13) na comissão especial do Senado que ouve o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Últimas