Brasil Justiça decreta prisão preventiva de Battisti em audiência de custódia

Justiça decreta prisão preventiva de Battisti em audiência de custódia

Italiano prestou esclarecimentos sobre crime de evasão de divisas

Justiça decreta prisão preventiva de Battisti em audiência de custódia

Battisti foi preso na divisa do Brasil com a Bolívia

Battisti foi preso na divisa do Brasil com a Bolívia

13.03.2015/REUTERS/Nacho Doce

A 3ª Vara de Campo Grande decretou a prisão preventiva do italiano Cesare Battisti depois da audiência de custódia realizada por videoconferência no Fórum de Corumbá (MS), nesta quinta-feira (5). A informação foi confirmada pela 3ª Vara.  

O texto do termo da audiência criminal, enviado pela 3ª Vara, explicita a decisão da justiça: "Como bem acentuou o Ministério Público Federal, o contexto geral da ocorrência faz concluir, ao menos em caráter provisório, que Cesare Battisti procurava se evadir do território nacional, temendo efetivamente ser extraditado". 

O ex-ativista foi detido na última quarta-feira (4) por agentes da Polícia Federal na PRF (Polícia Rodoviária Federal) na fronteira do Brasil com a Bolívia. Battisti prestou esclarecimentos sobre o envio de dinheiro para o exterior sem declará-lo para as autoridades — denominado de crime de evasão de divisas. 

Como as autoridades italianas pediram para que o Brasil cancelasse o refúgio concedido ao italiano, ele estaria tentando cruzar a fronteira do País para se refugiar na Bolívia. Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália por terrorismo, por causa de quatro assassinatos nos anos 1970.

A audiência de custódia de Battisti começou às 15h30 do horário local (16h30 no horário de Brasília). 

* Giuliana Saringer, estagiária do R7