Brasil Ministério da Justiça faz campanha contra feminicídio com o Mercosul

Ministério da Justiça faz campanha contra feminicídio com o Mercosul

Ação conjunta será veiculada em canais de comunicação online no Brasil e nos países que integram o bloco

  • Brasil | Do R7

Campanha tem o objetivo de prevenir e combater a violência contra a mulher

Campanha tem o objetivo de prevenir e combater a violência contra a mulher

Divulgação/MJSP

A campanha Mercosul Livre de Feminicídio será lançada nesta quinta-feira (25) por países que integram o Mercosul (Mercado Comum do Sul). Promovida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, ela será veiculada nos canais de comunicação online dos ministérios da Justiça, do Interior e da Segurança dos países que integram o bloco.

A campanha foi desenvolvida com base nos diálogos, na troca de experiências e no compartilhamento de boas práticas entre os países integrantes do Mercosul ao longo deste semestre, durante as reuniões realizadas, com o intuito de aprimorar o atendimento, o auxílio e a proteção às mulheres.

A ação reforça a importância da denúncia feita pela vítima e por pessoas que presenciam atos de violência contra a mulher, de forma anônima, por meio de canais de comunicação disponibilizados em cada país do bloco sul-americano.

No Brasil, as denúncias podem ser feitas pela Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180). A ligação é gratuita para todo o território nacional e também pode ser feita dos outros países, 24 horas por dia, todos os dias da semana.

A campanha reforça ações já realizadas no Brasil, como a Operação Maria da Penha, deflagrada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, em setembro deste ano, por meio da Seopi (Secretaria de Operações Integradas), que resultou em cerca de 14 mil prisões por violência doméstica.

Últimas