Brasil Operação da PF mira ex-deputado acusado de desviar R$ 12 milhões

Operação da PF mira ex-deputado acusado de desviar R$ 12 milhões

Os agentes em ação nesta terça-feira (24) cumprem  dez mandados de busca e apreensão em Boa Vista (RR) e em Brasília-(DF)

  • Brasil | Do R7

PF faz buscas em Boa Vista (RR) e Brasília

PF faz buscas em Boa Vista (RR) e Brasília

Polícia Federal / Divulgação

A Polícia Federal pôs nas ruas nesta terça-feira (24) uma operação contra um grupo acusado de desviar recursos públicos federais em quase R$ 12 milhões provenientes de emendas parlamentares de um ex-deputado federal.

Diretor do DNIT é alvo de operação que investiga esquema de corrupção

O ex-parlamentar seria Abel Mesquita (DEM), mas a PF não confirma a informação.

Os agentes em ação pela Operação Suserano cumprem  dez mandados de busca e apreensão em Boa Vista (RR) e em Brasília (DF), expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal em Roraima.

Seis convênios foram assinados com quatro empresas para realização de obras e serviços em municípios do interior do estado de Roraima, no valor de R$ 11.901.876,14.

As investigações apontam que o ex-deputado se beneficiaria de emendas parlamentares de sua autoria, mediante a contratação de empresas de seu círculo pessoal e familiar como beneficiárias das licitações, agindo como se fosse o dono das verbas públicas envolvidas.

Os crimes envolviam ainda o genro do ex-parlamentar e e o tesoureiro regional do partido.

Uma das empresas investigada não tinha um único funcionário. 

As investigações são um desdobramento da segunda etapa da Operação Godfather, deflagrada em outubro de 2020, que investigaram o suposto envolvimento de Abel Mesquita em fraudes em mais de R$ 14 milhões em contratos da Secretaria de Saúde de Roraima.

Últimas