Brasil Pantanal: Força Nacional inicia apoio em meio a recorde de focos

Pantanal: Força Nacional inicia apoio em meio a recorde de focos

Bioma registrou 6.048 focos de incêndio até quarta-feira (23) segundo dados do Inpe. É o maior número de registros em um mês desde 1998

  • Brasil | Do R7

A Força Nacional começa nesta quinta-feira (24) a missão de apoio ao governo do Mato Grosso no combate aos incêndios no Pantanal. A operação vai até 23 de outubro. O envio da Força Nacional atende ao pedido do governador do Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM). 

Os agentes chegam em um momento em que o Pantanal atinge o recorde histórico de queimadas em um mês. Dados registrados pelos satélites do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais apontam que na quarta-feira (24) o Pantanal registrou 6.048 focos de incêndio, maior marca para um mês na série histórica iniciada em junho de 1998.

Bombeiro combate fogo no Pantanal

Bombeiro combate fogo no Pantanal

Rogério Florentino/EFE - 14.09.2020

O número de focos de incêndio no Pantanal entre janeiro e agosto deste ano equivale a tudo o que queimou no bioma nos seis anos anteriores, de 2014 a 2019.

Os dados revelam que, entre janeiro e agosto, foram registrados pelos satélites do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) um total de 10.153 focos de incêndio no Pantanal, bioma que soma 150 mil quilômetros quadrados, localizados nos Estados do Mato Grosso (35%) e Mato Grosso do Sul (65%). O número de focos supera os 10.048 pontos de queimadas contabilizados pelo Inpe entre 2014 e 2019.

Últimas