Brasília Anastasia toma posse no TCU e defende moderação e bom senso

Anastasia toma posse no TCU e defende moderação e bom senso

Ex-senador tomou posse como ministro substituindo Raimundo Carreiro, que vai chefiar a Embaixada do Brasil em Portugal

Antonio Anastasia, novo ministro do TCU

Antonio Anastasia, novo ministro do TCU

Reprodução/TCU

Antonio Anastasia tomou posse como ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) ressaltando a importância do trabalho moderado e com bom senso. A posse ocorreu nesta quinta-feira (3), marcando a entrada do ex-senador no órgão e a saída do ministro Raimundo Carreiro, que deixou a corte na semana passada, para chefiar a Embaixada do Brasil em Portugal.

Além do cargo no Senado, Anastasia é ex-governador de Minas Gerais. No discurso de posse, o novo ministro elencou entre as atuações de destaque na vida pública a edição da Lei 13.655/2018, conhecida como Lei de Segurança Jurídica.

“[A lei] estimula que tenhamos cada vez mais um ambiente de prosperidade, um ambiente econômico necessário para que não só o mundo empresarial, mas também o cidadão comum, possa investir, realizar suas ações e para que o gestor público não tenha o receio, o temor do famoso apagão de canetas e possa decidir com tranquilidade”, afirmou, em discurso.

A serenidade foi um valor ressaltado por ele durante as falas na cerimônia. “Moderação, equilíbrio, cordialidade, bom senso, serenidade e razoabilidade. Essas molduras sempre paramentaram minha atuação no serviço público e assim também pretendo servir neste tribunal. O TCU é a cada dia mais um dos órgãos com papel institucional mais relevante e importante do nosso país.”

Antonio Anastasia renunciou ao mandato no Senado nesta última quarta-feira (2). O suplente dele na Casa, Alexandre Silveira (PSD-MG), foi empossado para continuar o mandato. O novo ministro do TCU disputou a indicação do Senado para o órgão com os senadores Kátia Abreu (PP-TO) e Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), e venceu o processo realizado em dezembro de 2021.

Últimas