Brasília Após gastar ao menos R$ 216 mil em hospedagem, Lula se muda para o Alvorada

Após gastar ao menos R$ 216 mil em hospedagem, Lula se muda para o Alvorada

O presidente da República ficou mais de um mês hospedado em um hotel de Brasília, aguardando reformas na residência oficial

  • Brasília | Augusto Fernandes, do R7, em Brasília

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, discursa na posse de Aloizio Mercadante no BNDES

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, discursa na posse de Aloizio Mercadante no BNDES

Tomaz Silva/Agência Brasil - 6.2.2023

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), vai se mudar para o Palácio da Alvorada nesta segunda-feira (6). Desde a posse, ele e a primeira-dama, Janja da Silva, estavam hospedados em um hotel de Brasília. A estada dos dois no estabelecimento custou ao menos R$ 216.823 aos cofres públicos, segundo dados publicados no Diário Oficial da União.

Lula não ocupou o Palácio da Alvorada desde o início do mandato porque o local precisou passar por reformas depois da saída do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Para acelerar o processo de mudança, o petista chegou a articular com o Tribunal de Contas da União (TCU) uma reforma sem licitação na residência oficial.

"Eu não sei quanto tempo vai demorar [a reforma do Palácio da Alvorada] ainda, por que vai depender de fazer um acerto com o Tribunal de Contas [da União] para saber se é possível comprar as coisas em caráter emergencial. Sem passar por um processo de esperar 90 dias para uma licitação para comprar uma cama, comprar um colchão. Senão, eu vou ficar no hotel mais tempo do que o necessário", disse ele, à época, durante um café da manhã com jornalistas.

À imprensa, Lula ainda reclamou das condições do Palácio da Alvorada e disse que seria necessário trocar boa parte do mobiliário. "A parte de cima está como se não tivesse sido habitada. Está tudo desmontado. Não tem cama, não tem sofá", afirmou.

Últimas