Brasília Bolsonaro vai a Pernambuco e ao Ceará nesta quarta-feira 

Bolsonaro vai a Pernambuco e ao Ceará nesta quarta-feira 

Presidente inaugura obras da Escola de Sargentos do Exército em Paudalho (PE) e lança a Força Tarefa das Águas em Quixadá (CE) 

  • Brasília | Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro

Alan Santos / PR

A poucos dias de lançar a pré-candidatura na corrida pela reeleição à Presidência da República, o presidente Jair Bolsonaro segue sua agenda de viagens pelo país. Nesta quarta-feira (23) ele viaja para o Nordeste, onde visita as cidades de Paudalho (PE) e Quixadá (CE). Em Paudalho, Bolsonaro participa da cerimônia de lançamento da pedra fundamental da nova Escola de Sargentos do Exército. De Pernambuco, o presidente segue para Quixadá, no Ceará, para participar da cerimônia de lançamento da Força Tarefa das Águas. 

O lançamento da pedra fundamental da escola do Exército será no Campo de Instrução Marechal Newton Cavalcanti, no município de Paudalho (PE), a partir das 10h30. Com a nova unidade, o Exército busca unificar a formação dos sargentos de carreira, que é realizada atualmente em diversas localidades do Brasil. 

O evento de lançamento da Força Tarefa das Águas — programa que visa levar água aos nove estados do Nordeste e ao norte de Minas Gerais — será realizado na praça José Linhares da Páscoa, em Quixadá (CE), e tem previsão de início às 15h. 

Semana de viagens pelo Brasil

Bolsonaro viajou na terça-feira para Porto Nacional (TO) para participar do lançamento do programa DNA do Brasil, voltado ao desenvolvimento de jovens talentos do esporte. No mesmo dia, ele participou da vistoria da construção de uma ponte sobre o rio Araguaia, na BR-153, no município de Xambioá, na divisa entre os estados do Tocantins e do Pará. 

Já foram gastos nas obras da ponte sobre o rio Araguaia R$ 193 milhões. De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência da República, na fase atual da obra, já foram executados 73% das fundações e blocos, 66% dos pilares e travessias e 22% das vigas e lajes.

Últimas