Brasília Câmara Legislativa do DF aprova em primeiro turno inclusão de ciências de dados no ensino público

Câmara Legislativa do DF aprova em primeiro turno inclusão de ciências de dados no ensino público

Projeto busca desenvolver o raciocínio lógico matemático com aplicações práticas e acabar com o analfabetismo digital

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Fachada da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Fachada da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Divulgação/CLDF

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), aprovou, em primeiro turno, na noite de terça-feira (29), o projeto de lei que fixa diretrizes para a garantir a alunos e professores do ensino médio da rede pública do DF acesso a conhecimentos básicos sobre ciências de dados.

A proposta prevê o acesso, a partir do primeiro ano do ensino médio da rede pública, ao conteúdo de ciência de dados. De acordo com o texto, entre os objetivos do projeto, está desenvolver o raciocínio lógico matemático com aplicações práticas e acabar com o analfabetismo digital.

O projeto, de autoria do deputado distrital Reginaldo Veras (PV), precisa ainda passar por uma segunda votação no plenário da CLDF antes de ser enviado para sanção do governador Ibaneis Rocha (MDB). 

A implementação da proposta dependerá de regulamentação por parte do Executivo e, segundo o texto, a medida deverá ser aplicada um ano após a publicação da lei.

Ciência de dados e Big Data

O projeto define “ciências de dados” como o estudo de métodos de registro, armazenamento e análise de dados que permitam a introdução ao pensamento estatístico e à transformação de dados em informações relevantes para a ciência.

Segundo o texto, esses dados servirão para a elaboração, controle, desenvolvimento e execução de projetos públicos e privados.

O autor da proposta afirma que a ideia é estabelecer normas específicas sobre educação, ensino, ciência e tecnologia, no intuito de oferecer a professores e alunos das escolas públicas conhecimento sobre programação básica, matemática, lógica e resolução prática de problemas, por intermédio de manejo de dados, diante do fenômeno do Big Data.

Big Data é o estudo de como tratar, analisar e obter informações a partir de conjuntos de dados grandes demais para serem analisados por sistemas normais. A prática é utilizada para organizar grandes volumes de dados gerados continuamente, em rápido crescimento e não estruturados.

Últimas