Brasília Cervejarias estão em 1 a cada 8 municípios brasileiros; associação estima maioria independente

Cervejarias estão em 1 a cada 8 municípios brasileiros; associação estima maioria independente

De acordo com o Ministério da Agricultura e Pecuária, em 2022, o Brasil contava com 1.729 lojas especializadas

  • Brasília | Giovana Cardoso, do R7, em Brasília

País registrou crescimento de 786% de cervejarias

País registrou crescimento de 786% de cervejarias

Divulgação/ Agência Brasil

Um em cada oito municípios brasileiros possui pelo menos uma cervejaria registrada, somando 1.729 fábricas especializadas, segundo o Ministério da Agricultura e Pecuária. Os dados, referentes a 2022, apontam uma tendência na especialização da produção, ou seja, cada vez mais municípios têm a própria cervejaria. A Associação Brasileira da Cerveja Artesanal (Abracerva) estima que, do total, 97% sejam independentes, ou seja, que não pertencem a grandes grupos cervejeiros.

Uma pesquisa feita pelo Sebrae em 2021 identificou mais de 260 cervejarias artesanais e quase 300 independentes no país. De acordo com o ministério, não há definição oficial para cervejas artesanais, entretanto, para a Abracerva, é levado em consideração o volume produzido pela empresa (até 5 milhões de litros por ano). A maioria das empresas ouvidas estava nos estados de São Paulo e Minas Gerais, com 38 e 15 cervejarias, respectivamente.

Das 306 cervejarias da pesquisa, apenas 7% eram brewpup, estabelecimento caracterizado por funcionar como bar e cozinha. Nas demais empresas, a produção era feita em fábricas próprias (61%) e via produção terceirizada (33%).

No mercado geral, o número de cervejarias saltou de 195 para 1.729 em dez anos, segundo informou a pasta. Entre 2013 e 2022, o país registrou um crescimento de 786% no número de estabelecimentos, sendo o maior índice percentual registrado em 2016, quando o setor cresceu 48,5%.

No ranking mundial, o Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja, ficando atrás apenas da China e Estados Unidos. Dados do ministério apontam que o setor contribuiu com mais de 2 milhões de empregos diretos, indiretos e induzidos e geração de 2% do Produto Interno Bruto nacional.

Distrito Federal

Segundo a Secretaria de Agricultura, atualmente o Distrito Federal conta com 19 estabelecimentos, distribuídos, principalmente, nas regiões de Vicente Pires, Gama e Guará. Apesar do número pequeno, algumas cervejarias se destacam pelos produtos oferecidos. Como o caso da Urban, premiada na Copa Cerveja Brasil pela cerveja neipa, caracterizadas pelo nível de amargor que varia de baixo a médio e são mais encorpadas.

Cervejaria Urban, localizada no Sudoeste, em Brasília

Cervejaria Urban, localizada no Sudoeste, em Brasília

Divulgação/ material cedido

A cervejaria, localizada no Sudoeste, oferece sete tipos de cerveja, com receitas próprias feitas pela sommelier Marina Lima. Entre os produtos estão a Double IPA, American Blonde Ale e New England IPA.

Ao R7, Marina comentou sobre o crescimento e interesse do setor. "O público hoje tem mais conhecimento de um produto com mais qualidade. Hoje as pessoas estão buscando entender, e tem aumentado a procura", disse.

O DF também vem tentando ganhar espaço na produção de lúpulo, planta usada na fabricação da cerveja. Segundo a Emater, empresa que presta assistência a produtores rurais, atualmente dois produtores de escala comercial estão registrados no órgão.

Lúpulo, principal ingrediente usado na cerveja

Lúpulo, principal ingrediente usado na cerveja

Divulgação/ Emater

João Marcus, produtor de lúpulo no DF, chega a produzir 600 quilos da planta por ano e vende, principalmente, para cervejarias na capital.

Segundo ele, a produção vem aumentando ao longo dos anos, e estabelecimentos de outros estados passaram a procurar a planta. 

Últimas