Brasília Chuva provoca estragos no DF e teto desaba na rodoviária

Chuva provoca estragos no DF e teto desaba na rodoviária

Chuva retornou ao DF com intensidade, provocando queda de árvore, alagamento e danos na estrutura da rodoviária 

  • Brasília | Jéssica Moura e Alan Rios, do R7, em Brasília

Parte do teto da Rodoviária do Plano Piloto desabou e chão ficou totalmente alagado

Parte do teto da Rodoviária do Plano Piloto desabou e chão ficou totalmente alagado

Jéssica Moura, do R7, em Brasília

Moradores do Distrito Federal comemoraram a chegada da chuva após 23 dias de seca e umidade relativa do ar chegando a 10%, mas também enfrentaram problemas com o temporal nesta sexta-feira (24). A região do Plano Piloto foi uma das mais afetadas.

Na rodoviária, por volta das 19h, diferentes partes do teto da plataforma superior cederam, provocando goteiras. A ventania também levou para o asfalto parte da laje, que passava por reforma. Por isso, funcionários do terminal isolaram a escada rolante.

A vendedora Antônia Gonçalves, 54 anos, diz que sempre que começa a temporada de chuvas o problema se repete no local. "O teto caiu todo, espalhou tudo. O vento veio e levou tudo. Fez muito barulho. Isso aqui já caiu, sempre cai".

No mesmo horário, o Corpo de Bombeiros foi acionado para uma ocorrência de queda de árvore no Setor Comercial Norte. A árvore que ficava entre dois prédios, o Edifício Centro Empresarial Varig e o BRB Serviços, caiu atingindo as vidraças do banco. Duas mulheres sofreram arranhões.

Duas pessoas ficaram levemente feridas

Duas pessoas ficaram levemente feridas

CBMDF/Divulgação

Galhos grandes impedem a passagem dos carros no local, pois a garagem foi bloqueada. Cerca de dez militares usam uma motosserra para cortar em pedaços menores. O comandante da operação, sargento Valdnir Lacerda, explica que, nesses casos, o maior risco é para a equipe.

"Um lado da árvore pode atingir alguém. A gente corta para tentar danificar o mínimo possível o prédio. Agora, com chuva tem vento, e vão aparecer mais ocorrências", diz. No Setor Comercial Sul, também houve queda de árvores. Uma delas ocupa uma das faixas da pista na chegada à W3 Sul, e outras estão espalhadas pela calçada.

Vacinação 

Outro impacto da chuva foi a suspensão da vacinação no drive-thru da Praça dos Cristais, no Setor Militar Urbano. A Secretaria de Saúde, em conjunto com as Forças Armadas, decidiu interromper a imunização na noite desta sexta-feira por conta das condições climáticas, que causaram prejuízo à estrutura do local.

"A vacinação neste ponto será retomada neste sábado, das 18h às 22h, para atendimento dos adolescentes de 13 a 17 anos com a primeira dose e de adultos com a segunda dose da vacina Pfizer-BioNTech", informa a Secretaria.

Últimas