Brasília Delegado Robson Cândido deixa comando da Polícia Civil do DF; nº 2 assume o cargo

Delegado Robson Cândido deixa comando da Polícia Civil do DF; nº 2 assume o cargo

O policial estava no posto desde 2019 e pediu exoneração por motivos pessoais

  • Brasília | Giovanna Inoue, do R7, em Brasília

Robson Cândido pediu exoneração por motivos pessoais

Robson Cândido pediu exoneração por motivos pessoais

Renato Alves/Agência Brasília

O delegado-geral da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), Robson Cândido da Silva, pediu exoneração do cargo nesta segunda-feira (2), por motivos pessoais. Ele esteve no comando da força de segurança desde 2019. O delegado José Werick de Carvalho assume o cargo.

Cândido trabalha como delegado da PCDF desde 1999 e atuou em diferentes unidades policiais ao longo da carreira, com destaque para os cargos de Delegado-Chefe Adjunto das 30ª DP (São Sebastião), e 15ª DP (Ceilândia); e Delegado-Chefe da 23ª DP (Ceilândia) da 11ª DP (Núcleo Bandeirante). O policial foi presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil  (CONCPC) por dois anos, entre 2019 e 2021.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

A Polícia Civil afirma que o delegado trouxe "diversas conquistas" para a Instituição e seus servidores. Nas redes sociais, Cândido agradeceu ao governador Ibaneis Rocha pela confiança.

Werick, que assume a posição com a saída de Cândido, também é delegado da PCDF desde 1999 e exercia a função de Chefe de Gabinete do Delegado-Geral. Ele é formado em Ciência Jurídicas e Sociais e tem experiência na área de Direito e Segurança Pública, com ênfase em gestão estratégica, gestão da informação, governança, defesa nacional e políticas públicas. Possui Especialização em Altos Estudos de Defesa, é mestrando em Administração e Gestão Pública. De acordo com a Polícia Civil, ele é "é experiente e muito qualificado para o cargo".

Últimas