STF

Brasília Dez curiosidades sobre Edson Fachin, o novo presidente do TSE

Dez curiosidades sobre Edson Fachin, o novo presidente do TSE

Conheça fatos curiosos sobre a vida do ministro que vai comandar o sistema eleitoral do país nos próximos meses

  • Brasília | Emerson Fonseca Fraga e Kelly Almeida, do R7, em Brasília

Luiz Edson Fachin, que toma posse nesta terça-feira (22) como presidente do TSE

Luiz Edson Fachin, que toma posse nesta terça-feira (22) como presidente do TSE

Rovena Rosa/Agencia Brasil

Nesta terça-feira (22), às 19h, toma posse como presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Luiz Edson Fachin. Ele já é ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) desde 16 de junho de 2015 e membro titular do TSE desde 16 de agosto de 2018. Fachin vai presidir a Corte eleitoral até 17 de agosto deste ano. O curto período à frente do TSE se dá em razão de titulares do Tribunal que também são do Supremo e juristas cumprirem um biênio de mandato, podendo ser reconduzidos por mais um período. Como Fachin está no TSE desde 2018, o período na Corte acaba em agosto deste ano, quando ele será substituído pelo também ministro do STF Alexandre de Moraes.

Confira dez curiosidades sobre a trajetória do jurista:

1 – Pesquisador, tem mais de 20 livros publicados — entre escritos e organizados. Ele se graduou em direito pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) em 1980. Terminou o mestrado em 1986, na PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), onde também fez doutorado, concluído em 1991. Atuou como professor de direito civil da UFPR de 1991 até tomar posse no STF, em 2015.

2 – Nasceu em Rondinha (RS), em 8 de fevereiro de 1958, e mudou-se com a família para Toledo (PR) quando tinha 2 anos. É filho único de uma professora e de um agricultor.

3 – De família sem muitos recursos financeiros, chegou a vender laranjas com o avô em uma carroça pelas ruas. Antes de se formar em direito, trabalhou também como empacotador de uma loja de tecidos e vendedor de passagens em uma rodoviária.

4 – Casou-se antes da formatura com sua colega de faculdade Rosana Amara Girardi Fachin que, atualmente, é desembargadora do TJPR (Tribunal de Justiça do Estado do Paraná). Eles permanecem juntos.

5 – Tem, com a esposa, duas filhas: a médica especialista em cirurgia pediátrica Camila Girardi Fachin e a advogada atuante em direitos humanos Melina Girardi Fachin.

6 – É dono de um Fusca e gosta de colecionar peças originais do carro. Fachin é fã do modelo.

7 – Passou pela sabatina mais longa já feita pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado para entrar no STF (Supremo Tribunal Federal). Em 12 de maio de 2015, os senadores sabatinaram o jurista por 12 horas e 25 minutos. No plenário do Senado, teve 52 votos a favor e 27 contra a sua nomeação.

8 – Por ser o relator no STF dos casos relacionados à operação Lava Jato é, na Corte, o ministro com mais casos sigilosos no gabinete.

9 – É fluente em inglês, espanhol, italiano e francês.

10 – É um avô "babão", como definem os colegas. Ele tem três netos: Bernardo, Flor e Bela. Costuma mostrar fotos das crianças a seus colegas e amigos e demonstrar orgulho dos descendentes.

Últimas