Brasília DF tem uma rodovia bloqueada por manifestantes, afirma Secretaria de Segurança Pública

DF tem uma rodovia bloqueada por manifestantes, afirma Secretaria de Segurança Pública

Obstrução ocorre parcialmente na BR-251, nas proximidades do Café Sem Troco, em São Sebastião, na tarde desta terça-feira (1º)

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Manifestantes bloqueando a BR-251, nas proximidades do Café Sem Troco

Manifestantes bloqueando a BR-251, nas proximidades do Café Sem Troco

Reprodução/Record TV

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal informou que, até o início da tarde desta terça-feira (1º), o DF possui uma rodovia bloqueada e que atua para evitar novas interdições de vias e rodovias locais e, eventualmente, de rodovias federais, em apoio à Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Em nota, a secretaria diz que o bloqueio ocorre parcialmente na BR-251, nas proximidades do Café Sem Troco, em São Sebastião, mas que a situação está sendo gerenciada pela PRF.

"Como medida preventiva, a Praça dos Três Poderes segue com acesso restrito para veículos, com as vias N1 e S1 fechadas da Avenida José Sarney até a via L4. Destacamos que toda área central é monitorada pela segurança pública, com apoio de câmeras, drones e serviço de inteligência. O local pode ser liberado após nova avaliação da equipe técnica", informou a nota.

Nesta terça-feira (1º), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o país possui 267 pontos de interdições ativos e que, até o momento, realizou mais de 200 desobstruções. Para auxiliar o trabalho, a corporação acionou a Polícia Federal, Força Nacional e Polícia Militar.

"Estamos nessa operação sinérgica de forma a restabelecer a ordem o quanto antes para garantir o direito de ir e vir e o escoamento de mercadorias nas rodovias federais", afirmou o diretor-executivo da PRF, Marco Antônio Territo de Barros.

"Imediata desobstrução"

Na noite dessa segunda-feira (31), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a "imediata desobstrução" de rodovias do país bloqueadas por caminhoneiros. Na decisão, o magistrado também ordena a prisão do diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Silvinei Vasques, em caso de descumprimento.

Os manifestantes protestam contra a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que venceu o segundo turno, nesse domingo (30), com 50,9% dos votos. Ele assumirá o governo em 1º de janeiro, mas deve montar em breve uma equipe de transição com 50 integrantes.

Últimas