Brasília Ex-ministro de FHC, Dilma e Temer, Eliseu Padilha morre aos 77 anos

Ex-ministro de FHC, Dilma e Temer, Eliseu Padilha morre aos 77 anos

Político passava por tratamento contra um câncer e estava internado em estado grave desde a semana passada

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Eliseu Padilha, ex-ministro de Fernando Henrique Cardoso, Dilma Rousseff e Michel Temer

Eliseu Padilha, ex-ministro de Fernando Henrique Cardoso, Dilma Rousseff e Michel Temer

Antonio Cruz/Agência Brasil - 29.11.2017

O ex-ministro Eliseu Padilha morreu em decorrência de um câncer, aos 77 anos, no fim da noite desta segunda-feira (13). Ele deixa a esposa, Simone Camargo, seis filhos e cinco netos, além do irmão João Padilha.

Padilha foi ministro dos Transportes entre 1997 e 2001, no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil em 2015, na gestão de Dilma Rousseff (PT), e ministro-chefe da Casa Civil, no governo de Michel Temer (MDB).

Ele também foi ministro da Secretaria de Aviação Civil, dos Transportes, deputado federal pelo Rio Grande do Sul e prefeito de Tramandaí (RS).

No último sábado, familiares divulgaram uma nota sobre o político. "A família do ex-ministro Eliseu Padilha informa que ele está internado em estado grave no Hospital Moinhos de Vento/RS, em decorrência do tratamento de um câncer, descoberto há um mês", informou o texto.

Em 2017 o ex-ministro passou por cirurgia para retirada da próstata e, em 2019, por um autotransplante de medula para o tratamento de um mieloma múltiplo. 

Últimas