Brasília FHC reafirma apoio a Doria como candidato ao Palácio do Planalto

FHC reafirma apoio a Doria como candidato ao Palácio do Planalto

Respaldo do ex-presidente, dado nesta terça (25) ao governador de São Paulo, ocorre em meio às resistências internas tucanas 

  • Brasília | Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB)

Governo do Estado de São Paulo - 25.11.2021

Em meio às resistências internas tucanas, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reafirmou, nesta terça-feira (25), seu apoio à candidatura do governador João Doria (PSDB) à Presidência da República.

“Já tive a oportunidade de manifestar o meu apoio ao candidato governador João Doria à Presidência e que foi respaldada pelo meu partido”, escreveu FHC nas redes sociais.

Doria, que comanda o estado de São Paulo, o maior colégio eleitoral do país, foi escolhido nas prévias como candidato da legenda para disputar as eleições presidenciais de outubro. O paulista teve 53,99% dos votos, contra 44,66% de Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, e 1,35% de Arthur Virgílio, ex-prefeito de Manaus.

As prévias do PSDB ocorreram em novembro de 2021 depois de terem sido suspensas devido a falhas no aplicativo de votação e denúncias de compra de votos, desfiliação de prefeitos e vices e ameaças de judicialização. Os episódios, vistos de forma acumulada, mostraram a dificuldade de união do partido e a rivalidade entre líderes tucanos do país.

O paulista tem trabalhado em sua campanha presidencial, mas ainda enfrenta resistência interna, principalmente de políticos do PSDB de Minas Gerais, ligados ao deputado federal Aécio Neves, que é inimigo de Doria, e do diretório do Rio Grande do Sul.

Doria, ao mesmo tempo em que trabalha para se consolidar no partido e evitar as críticas de que o partido está rachado, age em territórios de adversários. Recentemente, o paulista conseguiu filiar ao seu partido o presidente do Podemos no Paraná, César Silvestri Filho, que buscava legenda para candidatar-se ao governo no estado. O Podemos, por sua vez, lançou o ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro ao Palácio do Planalto.

Últimas