Brasília Filha de Olavo de Carvalho diz que pai morreu de Covid-19

Filha de Olavo de Carvalho diz que pai morreu de Covid-19

'Que Deus o perdoe de todas as maldades que cometeu', disse Heloísa de Carvalho ao comentar a morte do pai

  • Brasília | Hellen Leite, do R7, em Brasília

Olavo de Carvalho morreu aos 74 anos, nos Estados Unidos

Olavo de Carvalho morreu aos 74 anos, nos Estados Unidos

Redes sociais/Reprodução

Heloísa de Carvalho, filha de Olavo de Carvalho, disse que o pai morreu vítima da Covid-19. O escritor, de 74 anos, propagava visões negacionistas sobre a pandemia e as vacinas, e chegou a dizer que a doença não existia. O comunicado oficial da família não deixa claro o motivo da morte, porém ele havia sido diagnosticado com Covid no dia 16 de janeiro.

"Olavo morreu de Covid. Não tem como eu sentir grande tristeza pela morte dele, mas também não estou feliz. [Estou] sendo sincera comigo e meus sentimentos. Que Deus o perdoe de todas as maldades que cometeu", disse Heloísa, que é crítica ferrenha do pai.

Ao repostar a notícia do falecimento, ela apontou as atitudes negacionistas de Olavo, mas também repreendeu seguidores que comemoraram a morte do escritor. "Comemorar a morte de qualquer pessoa é assinar atestado de total falta de humanidade. Deus tá vendo, e eu também", finalizou.

De acordo com a família, Olavo morreu nesta segunda-feira (24) em um hospital na região de Richmond, na Virgínia, Estados Unidos. No ano passado, ele teve diversos problemas de saúde, que o levaram a uma série de internações em São Paulo e nos Estados Unidos.

Nas redes sociais, o filósofo colecionava postagens em que questionava a letalidade do vírus. "Mocoronga vírus", dizia. 

Repercussão

A morte do escritor Olavo de Carvalho repercutiu entre políticos e personalidades nesta terça-feira (25). Um dos primeiros a se manifestar foi o presidente Jair Bolsonaro. Em mensagem compartilhada nas redes sociais, o chefe do Executivo disse que Olavo foi um "gigante na luta pela liberdade e um farol para milhões de brasileiros". O presidente afirmou: "Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre".

Últimas