Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Gestão autoriza nomeação de 98 aprovados no concurso do Ministério do Meio Ambiente

Portaria que autoriza as nomeações é assinada pela ministra da Gestão, Esther Dweck; todas as vagas são para Brasília

Brasília|Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília

Portaria que autoriza nomeações é assinada por Esther Dweck Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos autorizou nesta segunda-feira (3) a nomeação dos 98 aprovados para o cargo de analista ambiental no concurso do Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima, realizado em janeiro deste ano.

A portaria que autoriza as nomeações é assinada pela chefe da pasta, Esther Dweck, foi publicada no Diário Oficial da União.

Leia também

De acordo com a portaria, o provimento dos cargos ficará condicionado à existência de vagas, além da declaração do respectivo ordenador de despesa sobre a adequação orçamentária e financeira das novas despesas com a Lei Orçamentária Anual. Caberá ao MMA verificar as condições para a convocação dos aprovados.

O concurso

As provas do concurso do MMA foram aplicadas em 21 de janeiro deste ano em todas as capitais do país. Todas as vagas são para a sede do ministério, em Brasília. O cargo de analista ambiental é aberto a candidatos com diploma de nível superior em qualquer área de formação. A remuneração inicial é de R$ 9.475,72. Foram disputadas 73 vagas para ampla concorrência, cinco para candidatos com deficiência e 20 para candidatos autodeclarados negros.

Entre as funções do cargo de analista ambiental no MMA estão o planejamento ambiental, organizacional e estratégico relacionadas à execução das políticas nacionais de meio ambiente. Os aprovados vão atuar na elaboração de políticas ambientais nas áreas de qualidade ambiental urbana; mudança do clima; conservação e uso sustentável da biodiversidade e dos recursos naturais; prevenção e controle do desmatamento e dos incêndios florestais; políticas sobre direitos animais; povos e comunidades tradicionais e desenvolvimento rural sustentável, entre outras.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.